Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Record acusa Globo, GloboNews e Band de usar imagens sem autorização

Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

20/08/2019 14h31

A Record está acusando formalmente a Globo, a GloboNews, e a Band de terem exibido sem autorização suas imagens captadas no desfecho do caso do sequestrador que manteve reféns em um ônibus sobre a ponte Rio-Niterói.

As imagens foram captadas pelo câmera Fábio Calistra, da Record, único a acompanhar o caso até o desfecho (o sequestrador foi morto pela polícia e os reféns, libertados sem ferimentos).

Nos casos de GloboNews e Band ampliaram o vídeo da Record como truque para esconder o logotipo da autora. A primeira exibiu o vídeo não autorizado em link no "Edição das 10"". Já a Band o reproduziu no "Aqui na Band.

A Globo, por sua vez, também usou as imagens, mas deu crédito ao câmera e à rival. No entanto a Record afirma que não deu nenhuma autorização para esse uso.

Diz ainda que a Globo fez uma montagem "grotesca" ao jogar sobre a vinheta da Record uma segunda vinheta, deixando parte da original ainda aparente.

A Record declarou que vai tomar todas as medidas jurídicas cabíveis e que jamais manteria essa prática, e que não negaria o empréstimo das imagens por vias civilizadas.

Outro Lado

A coluna enviou as imagens aos três canais e está tentando aguardando uma nota oficial sobre o caso. Band não respondeu.

A Globo enviou a seguinte nota:

"Durante a cobertura do incidente ocorrido na Ponte Rio-Niterói, ao vivo, a Globo recebeu, através de diversas mensagens em redes sociais, as imagens questionadas. A Globo, como sempre, procurou saber a origem das imagens e confirmou junto à TV Record que as imagens eram de seu cinegrafista.

A GloboNews e depois a TV Globo exibiram as imagens sempre com os créditos de forma ostensiva, fazendo constar o nome da TV Record não só de forma estática na tela durante toda a exibição, mas também mencionando o nome do cinegrafista e da emissora no ar, tendo, ainda, a apresentadora do RJ1 dirigido um agradecimento àquela emissora ao final.

Assim, a TV Globo reafirma o compromisso ético e responsável do jornalismo que exerce e, sabedora de seus direitos e deveres, informa que não desrespeitou a legislação em vigor."

Réplica

Em resposta, a Record reitera que não autorizou o uso das imagens, com ou sem créditos exibidos "de forma ostensiva". E segue: "Nem o departamento de Jornalismo tampouco o de Comunicação foram procurados pela emissora carioca."

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops