Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Exclusivo: Record vai lançar 4 telejornais e terá 14h de jornalismo diário

Celso Freitas e Adriana Araújo apresentam o "Jornal da Record" - Reprodução/ Record TV)
Celso Freitas e Adriana Araújo apresentam o "Jornal da Record" Imagem: Reprodução/ Record TV)
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

31/08/2019 13h05

A decisão já está sendo considerada, dentro da Record, a como o maior investimento e a maior ofensiva jornalística jamais vista na TV aberta. A coluna revela com exclusividade alguns detalhes dessa empreitada.

A Record vai anunciar na próxima quinta-feira (5) o lançamento de mais quatro telejornais em sua programação.

Além do "Jornal da Record" em horário nobre, dos matinais "SP No Ar" e, do "Balanço Geral Manhã"; além da edição vespertina do "BG", com Reinaldo Gottino, e do "Cidade Alerta", com Luiz Bacci; além de tudo isso a Record terá outras quatro edições jornalísticas diárias.

Essas edições têm horário previsto para entrar 11h40, 16h40, 18h e mais uma edição no início da madrugada, por volta de 0h30.

14 horas de jornalismo

Com isso a emissora passará a ter a maior produção jornalística ao vivo da TV aberta brasileira: 14 horas por dia.

Isso sem falar nas duas horas do "Hoje em Dia", que mistura entretenimento e também jornalismo ao vivo.

Até o momento não há dados específicos sobre os valores que serão investidos em equipamentos e contratações. Tampouco quem serão os âncoras dos novos telejornais (tudo indica que haverá um rodízio).

De concreto, por ora, Celso Freitas e Adriana Araújo permanecem como os âncoras do principal telejornal da casa, o "JR".

Todas as demais respostas devem ser dadas na quinta-feira, pelo vice-presidente de Jornalismo da Record, Antonio Guerreiro, e o diretor Comercial da Record, Walter Zagari.

Todo o conteúdo deverá ser integrado ainda com o portal R7 e a plataforma de streaming Play Plus.

Coincidentemente (ou não), o anúncio ocorre poucas semanas antes do lançamento do canal pago noticioso CNN Brasil, comandado por Douglas Tavolaro —ex-vice de Jornalismo da Record.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

Ricardo Feltrin