Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Gottino se antecipa, rescinde com Record e assina com CNN Brasil

Reinaldo Gottino dá entrevista a Maurício Stycer no "UOL Vê TV" - Reprodução
Reinaldo Gottino dá entrevista a Maurício Stycer no "UOL Vê TV" Imagem: Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

18/09/2019 14h19Atualizada em 18/09/2019 17h26

No início da tarde desta terça-feira (18) o jornalista e apresentador Reinaldo Gottino assinou a rescisão de contrato com a Record, segundo esta coluna apurou.

O fim do contrato foi antecipado em 12 dias a pedido do jornalista, e a Record aceitou (ela vai economizar assim 15 dias de salário do demissionário).

Gottino é o mais novo contratado da CNN Brasil, como o site "Notícias da TV" antecipou anteontem. A CNN acaba de anunciar oficialmente a contratação de sua nova estrela.

Ele deixou a Record após quase 15 anos. Desde 2014 apresentava o "Balanço Geral", um dos únicos programas da TV aberta a incomodar a Globo. Um de seus quadros, "Hora da Venenosa", é líder de audiência há mais de um ano.

Gottino terá um contrato de cinco anos com a CNN Brasil —um dos mais longos até o momento. A nova emissora tem previsão de entrar no ainda este ano. Gottino foi contratado por Douglas Tavolaro, que foi quem o lançou na Record.

Como esta coluna informou, Gottino 42 anos, deixou a Record após ser mantido por meses em "banho-maria" sem nenhum aviso se que teria seu contrato renovado ou não.

Essa é uma estratégia que a Record vem utilizando há anos (fizeram o mesmo com Gugu Liberato e Luiz Bacci, entre outros). A ideia (corporativa) é que deixando a renovação para o último momento a emissora evita "inflacionar" os salários.

Nesse caso ela levou um drible desconcertante da CNN Brasil e de Tavolaro, seu ex-vice-presidente de Jornalismo.

Pelo contrato, Gottino tinha um prazo para se antecipar e avisar a Record caso não quisesse renovar. Esse prazo vencia na última segunda. Foi o que ele fez.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

Mais Ricardo Feltrin