Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Aos 68 anos, Fernando Vanucci vive momento difícil

Apresentador Fernando Vanucci - Divulgação/2017
Apresentador Fernando Vanucci Imagem: Divulgação/2017
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

01/10/2019 05h40Atualizada em 09/10/2019 11h44

Aos 68 anos, o locutor, jornalista e comentarista esportivo Fernando Vanucci está atravessando um momento difícil. O último infarto que sofreu, em abril passado, o deixou muito debilitado.

Ele já sofria de problemas de saúde anteriores. Além disso ele atravessa também uma crise financeira pessoal (que ele nega, leia mais abaixo). No entanto o jornalista segue trabalhando como editor de esportes na Rede Brasil.

O problema é que a emissora UHF acaba de sofrer um duro golpe: foi retirada de pacotes da Net Claro, a maior operadora do país.

Resultado: além de ibope a TV já perdeu exposição e, com ela, deve perder receita publicitária. Todos sabem no que isso vai dar.

Vanucci teve muitos gastos com medicação nos últimos anos. Em 2006 ele descobriu ter problemas cardíacos.

Alguns amigos do mundo esportivo e fãs chegaram a discutir, por meio de grupos de whatsapp, uma forma de ajudar a um colega querido que eles dizem estar em dificuldades.

Uma alternativa em estudo por eles era a criação de uma "vaquinha virtual". Vanucci disse à coluna não precisar desse tipo de ajuda.

Mineiro de Uberaba, Vanucci começou no rádio com 15 anos. Subiu na carreira, se tornou conhecido e foi contratado pela Globo (Minas) ainda na década de 70.

Cobriu ao menos seis Copas do Mundo, cinco Olimpíadas, vários Carnavais do Rio. Trabalhou também na Band (por meio da Traffic), na Record e na RedeTV.

Outro lado 1

Em mensagem enviada ao perfil desta coluna no Facebook, na noite desta terça-feira, Vanucci disse estar recuperado do infarto. Ele negou ter depressão e disse que seus problemas financeiros "são os mesmos da maioria da população brasileira".

"Tenho uma família maravilhosa, sempre ao meu lado. Não tenho mais o faturamento de antigamente, mas não preciso de ajuda ou de vaquinhas."

Outro lado 2

"A Rede Brasil de Televisão (RBTV) por vontade própria deixou de integrar o canal da NET SD (analógico), somente na praça de São Paulo, no qual se posicionava no canal 13, por conta da absoluta falta de visibilidade da TV Analógica, após várias tentativas de migrar para o canal 513 HD (digital) e não ser atendida.

Ainda, deixou de informar a matéria que a RBTV está na grade de todas as demais grandes redes digitais, como Sky (canal 17), Vivo (canal 237), Claro (canal 13), Algar TV (canal 248) e OI (canal 10), com abrangência em todo o território nacional, através de sinal digital próprio na TV aberta.

Ademais, também não informou a matéria que a RBTV, nos 20% de share da TV paga, está em 70% das DTH e Fibra.

Por fim, também não informou a matéria que a RBTV, segundo medições do IBOPE, tem média de audiência entre 2 e 3 pontos, superando muitas outras redes que, coincidentemente, não são mencionadas pelo jornalista que assina a matéria.

Assim, no seu regular e legítimo direito de resposta, aguarda a RBTV que, com o mesmo destaque e sem edições, seja a presente, resposta veiculada por Vossas Senhorias na aludida coluna."

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

Ricardo Feltrin