Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Comovido, Julio Iglesias pede para falar com família de Gugu

Julio Iglesias em Marbella, na Espanha - Europa Press/Europa Press/Getty Images
Julio Iglesias em Marbella, na Espanha Imagem: Europa Press/Europa Press/Getty Images
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

24/11/2019 18h36

O cantor espanhol Julio Iglesias ligou neste domingo para a assessoria de Gugu Liberato. O apresentador morreu sexta-feira (22) após sofrer um acidente doméstico em Orlando, EUA. A pedido de Gugu, a família doou todos os órgãos.

Emocionado, Iglesias falou com Esther Rocha, assessora e parceira de Gugu nas últimas décadas. Ele se disse chocado com a notícia da morte e pediu um contato para agradecer pessoalmente à família do apresentador

Os dois mantiveram uma longa amizade por anos e ocasionalmente ainda se encontravam.

O espanhol disse que Gugu teve uma enorme importância para a carreira dele decolar também no Brasil. O cantor já era um sucesso mundial quando começou a visitar o país com mais frequência.

Quando a agenda permitia ele fazia questão de ir "Domingo Legal", no SBT. Em 2013 Gugu postou em suas redes sociais uma foto sendo beijado no rosto por Iglesias, 76 anos.

"Eu gosto muito do Gugu. Lembro que uma vez fui à casa dele e levei uns vinhos", lembrou emocionado o cantor em um áudio enviado.

Ele disse que ainda hoje tentaria falar com alguém da família nos EUA, e que gostaria muito de dar um abraço especial em dona Maria do Céu, 90 anos, mãe de Gugu.

O que poucas pessoas sabem é que também foi nos bastidores de uma gravação com Gugu que Iglesias conheceu e se encantou com a então modelo Ellen Rocche —a quem posteriormente ele chegou a se declarar a ela (sem sucesso, segundo esta coluna apurou).

Julio Jose Iglesias Puga de la Cueva nasceu em Madri e antes de ser cantor, carreira que começou nos anos 60, foi jogador de futebol aspirante na categoria juvenil, como goleiro. Um trágico acidente quase o matou e o alijou do futebol para sempre.

Já gravou mais de 60 discos e está presente em incontáveis álbuns de sucessos internacionais.

Até 2010, calculava-se ter vendido mais de 300 milhões de discos e CDs físicos pelo mundo.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

Ricardo Feltrin