PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


TV paga: GloboNews tem pior ibope em 3 anos; veja ranking de canais

Heraldo Pereira (3º à esquerda) apresenta diariamente o "Jornal das 10", da GloboNews - Reprodução/Globo News
Heraldo Pereira (3º à esquerda) apresenta diariamente o "Jornal das 10", da GloboNews Imagem: Reprodução/Globo News
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

08/01/2020 08h10

Resumo da notícia

  • Canal de notícias perdeu 10% do ibope no ano passado
  • TV paga como um todo vê fuga de asssinantes
  • Viva e Gloob já estão entre os canais mais vistos

Se 2019 foi um ano para a TV aberta esquecer, para a TV paga ele foi tão pior ou mais.

Como esta coluna informou dias atrás, mais de 1,5 milhão de assinantes cancelaram seus pacotes. Os canais perderam 10% de ibope. Hoje o Brasil tem 15,9 milhões de assinantes (dados de novembro). E caindo.

Como já publicado aqui, a audiência da TV paga também vem sofrendo com essa queda de assinantes e com a concorrência de outros conteúdos —especialmente a da internet (e do streaming).

Lançado 24 anos atrás, primeiro canal de notícias da TV por assinatura brasileira, a GloboNews tem acompanhado inevitavelmente essa tendência de queda.

O canal fechou 2019 com a pior audiência desde 2016.

No chamado horário comercial da TV (das 7h à 0h), no país, fechou com média de 0,53 ponto.

Em 2018 essa média foi de 0,58; em 2017 foi 0,56. Este ano só ficou acima da de 2016, quando a média foi 0,36 ponto.

Em dezembro passado a GloboNews marcou 0,40 (o pior resultado desde 2017, quando marcou 0,38).

Nessa medição cada ponto equivale a cerca de 101 mil domicílios.

A medição é feita pela empresa Kantar Ibope Media, mas a coluna apurou os dados por outros meios (a Kantar não pode divulgá-los).

Em dezembro, sem campeonatos e com pouco esporte ao vivo, o Discovery Kids retomou o primeiro lugar no ibope do canal SporTV.

Já os canais Viva e Gloob (também Globosat) se mostram como dois dos maiores acertos da história da Globosat.

Veja agora o ranking dos 30 canais pagos em dezembro no Brasil (das 7h à 0h).

A medição foi feita nas 15 maiores regiões metropolitanas.

Em pontos e share (%); cada ponto = 101 mil domicílios.

1 - Discovery Kids - 0,85 ponto e 1,95%
2 - SporTV - 0,72 e 1,65%
3 - Cartoon - 0,61 e 1,39%
4 - Viva - 0,57 e 1,31%
5 - Gloob - 0,54 e 1,23%
6 - Discovery Channel - 0,51 e 1,18%
7 - Megapix - 0,47 e 1,08%
8 - Fox Sports - 0,43 e 0,98%
9 - AXN - 0,42 e 0,96%
10 - TNT - 0,41 e 0,95%
11 - GloboNews - 0,40 e 0,93%
12 - Nickelodeon - 0,38 e 0,86%
13 - Universal Channel - 0,37 e 0,84%
14 - Home & Health - 0,36 e 0,82%
15 - Multishow - 0,36 e 0,82%
16 - ESPN Brasil - 0,35 e 0,81%
17 - Space - 0,35 e 0,79%
18 - Fox - 0,33 e 0,76%
19 - Telecine Pipoca - 0,31 e 0,70%
20 - Telecine Action - 0,31 e 0,70%
21 - Warner Channel - 0,31 e 0,70%
22 - Telecine Premium - 0,30 e 0,68%
23 - Disney Channel - 0,25 e 0,58%
24 - NatGeo - 0,24 e 0,56%
25 - Comedy Central - 0,23 e 0,54%
26 - Animal Planet - 0,23 e 0,52%
27 - SporTV2 - 0,22 e 0,51%
28 - Boomerang - 0,22 e 0,49%
29 - FX - 0,22 e 0,49%
30 - ID - 0,21 e 0,49%

Fonte: Dados consolidados de audiência nacional mensurados pela Kantar Ibope

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Ricardo Feltrin