PUBLICIDADE
Topo

Pesquisa: Mulheres são 63% do público que acompanha "BBB 20"

Participantes do "BBB20", da Globo - Reprodução/Globoplay
Participantes do "BBB20", da Globo Imagem: Reprodução/Globoplay
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

25/01/2020 00h09

A maioria absoluta do público que assiste ao "BBB20" na Globo é formada por mulheres.

Além disso boa parte delas pode até se considerar razoavelmente bem de vida ou ao menos "remediadas".

Boa parte integra as classes sociais A e B. Depois dessas classes a que mais vê o programa da Globo é a C2. .

É o que mostram dados exclusivos obtidos pela coluna do perfil social dos telespectadores que são pesquisados no país pela Kantar Ibope Media.

A empresa mede não apenas o índice de audiência, mas também faz um levantamento completo dos dados sociais dos telespectadores pesquisados: classe social, escolaridade, idade etc.

No mercado nacional, 45% do público são adultos de 35 a 49 anos, e com mais de 60.

Lembrando que em cada região metropolitana do país o ponto de ibope tem um valor diferente, a maior média de audiência do reality show comandado por Tiago Leifert no país é em Belém do Pará (39 pontos).

O menor índice do "BBB20" é em Goiânia, 14,7 pontos. Depois de Salvador, a afiliada da Globo na capital de Goiás é a que mais tem causado algumas dores de cabeça ao Grupo Globo em termos de ibope.

Contando somente a estreia, o "BBB20" com "influencers" marcou 24,9 pontos no país.

São quase 2,5 pontos a mais que a estreia da edição do ano passado (22,5 pontos). Mas, bem menos que o "BBB18" (30,9 pontos).

Por essa medição cada ponto de audiência equivale a cerca de 260 mil domicílios no país, pelos dados atualizados da Kantar Ibope.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

Ricardo Feltrin