PUBLICIDADE
Topo

Jornalista faz B.O. de ameaça e injúria contra colunista da RedeTV

Sônia Abrão e o fofoqueiro Alessandro Lo-Bianco, do "A Tarde é Sua", da RedeTV - Reprodução/Youtube
Sônia Abrão e o fofoqueiro Alessandro Lo-Bianco, do "A Tarde é Sua", da RedeTV Imagem: Reprodução/Youtube
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

19/02/2020 03h06

Resumo da notícia

  • Fernanda Alves diz ter sido ameaçada por fofoqueiro da RedeTV
  • As ameaças, diz ela, foram de Alessandro Lo-Bianco, do "A Tarde é Sua"
  • Colunista do "A Tarde é Sua" sempre publica ações judiciais de famosos
  • Mas, se revoltou ao se transformar no "tema" que mais gosta de cobrir

A jornalista e blogueira Fernanda Alves registrou um Boletim de Ocorrência por ameaça, injúria e difamação contra Alessandro Lo-Bianco, um dos integrantes da "roda da fofoca" do programa "A Tarde é Sua", de Sônia Abrão, na RedeTV.

Em depoimento ao delegado da 14ª DP de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, Fernanda anexou mensagens agressivas e de ameaças contra ela, enviadas por email por Lo-Bianco.

O motivo das ameaças foi que a jornalista publicou em seu blog, o FeFala dados sobre a separação litigiosa entre Lo_Bianco e sua ex-mulher.

A sentença condenatória diz que Lo_Bianco cometeu injúria por intolerância religiosa contra a ex.

Ele nega todas as acusações e se diz alvo de um complô (leia sua versão ao final deste texto)

O colunista de Sônia Abrão se especializou em publicar processos judiciais e assuntos pessoais envolvendo celebridades. No entanto, se mostrou revoltado ao ser transformado no assunto que tanto gosta de cobrir.

Segundo ele a notícia publicada por Fernanda Alves "carece de interesse jornalístico".

A Justiça considerou procedente "a pretensão acusatória para condenar o réu Alessandro Lo-Bianco pela prática do crime de injúria preconceituosa à pena de 11 dias-multa e à pena corporal de 1 ano e 2 meses, a ser cumprida inicialmente em regime aberto (...) ficando a mesma suspensa, na forma do artigo 77 do Código Penal, em período de prova de 2 anos, mediante cumprimento das condições estatuídas".

Sua defesa ainda pode recorrer da decisão.

A sentença contendo a pena foi publicada no último dia 15 de janeiro. A blogueira antecipou seu resultado em dezembro, mesmo mês em que registrou o B.O. devido às ameaças do colunista da RedeTV.

Além da sentença e do B.O., Lo-Biano está envolvido em outro caso que pode parar na Justiça: supostas ameaças e agressões verbais contra uma ex-namorada —que já constituiu advogada e pretende mover uma ação contra ele.

À coluna, Fernanda Alves apresentou prints de mensagens enviadas por Lo-Bianco a ela e outras mulheres. Ela afirma que pretende enviar o material para o Ministério Público.

Em mensagem à coluna, e em várias notas postadas ontem, ao longo do dia no Instagram, Lo-Bianco disse estar sendo vítima de uma armação.

Leia abaixo trechos da nota oficial (os erros de português foram mantidos):

Outro Lado 1

"A Defesa constituída de Alessandro Lo-Bianco registra as incorreções contidas nas suas afirmações enviadas ao empregador do mesmo quanto à informação de que seu cliente foi condenado pelos crimes de violência doméstica ligados à ameaça e perturbação da ordem. Isso não procede.

O nobre jornalista não se deu ao trabalho de entrar no processo e confirmar que a sentença (por sinal suspensa) trata-se apenas de injúria, tampouco transitou em julgado, e está sendo objeto de recurso da defesa.

Essa decisão, que é de 1ª instância, contém erros materiais e formais graves, os quais certamente serão corrigidos pela Justiça.

O processo de injúria noticiado pela jornalista Fernanda Alves se dá em âmbito de alienação parental contra o jornalista.

É absolutamente carente de provas e de interesse jornalístico, é fruto de um relacionamento pretérito e conturbado que envolve uma criança de sete anos e demanda privacidade.

Sobre a citação de que a jornalista abriu boletim de ocorrência contra o nosso cliente, informamos que nosso escritório também está abrindo ações penais e de esfera civil contra ela, pelo fato de a jornalista ter retirado da noite para o dia o direito de resposta da matéria enviado pelo nosso escritório, e até hoje deixar na publicação que o nosso cliente não deu retorno à reportagem até presente momento.

A jornalista recebeu nosso posicionamento, colocou na matéria, enviou o link ao jornalista para que ele confirmasse seu direito, e (...) a retirou, mantendo uma matéria falsa no ar (nota da coluna: a jornalista afirma ter retirado o texto porque ele citava o nome de um menor envolvido no processo, a filha do casal, o que fere o Estatuto da Criança e do Adolescente).

Neste sentido, a jornalista está sendo processada por crimes como manipulação de matéria jornalística, falsas acusações, entre outros que serão comprovados por robustas provas e divulgados à imprensa em tempo oportuno (nota: à coluna Fernanda Alves nega estar sendo processada e afirma que nem sequer foi notificada até o momento).

Sobre a acusação de que existem mensagens de ofensas e xingamento de Alessandro contra uma ex-namorada, nosso cliente não reconhece a autoria das mensagens.

Ele também está arrolando essa pessoa judicialmente, pois já obteve provas em áudios com éticos e honestos colegas da imprensa, quando procurados por ela, que a mesma está articulada também com a jornalista Fernanda Alves --pelo simples fato do nosso cliente ter desistido do casamento para iniciar um novo relacionamento com outra pessoa quando entrou na televisão. Sem mais."


Outro lado 2

Procurada pela coluna a direção da RedeTV emitiu a seguinte nota:

"A RedeTV informa que o jornalista presta serviços diretamente à (produtora) Câmera 5 (de propriedade de Sônia e Elias Abrão). A direção da produtora não vai comentar."

Ricardo Feltrin no Twitter, e site Ooops

Ricardo Feltrin