PUBLICIDADE
Topo

Marcão do Povo sofre derrota em ação que move contra Leo Dias

Marcão do Povo apresentando o "Primeiro Impacto" do SBT - Reprodução
Marcão do Povo apresentando o "Primeiro Impacto" do SBT Imagem: Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

06/03/2020 20h34

Resumo da notícia

  • Marcão está sendo processado por racismo por Ludmila
  • Leo cobre o processo e Marcão queria impedi-lo de citar seu nome
  • Marcão queria ainda a retirada de todas as matérias em que é citado do ar
  • Justiça considerou que proibição e retirada agora configurariam censura

Marcos Paulo Ribeiro Moraes, mais como conhecido como Marcão do Povo, do SBT, sofreu a primeira derrota em dois processos que move contra o jornalista Leo Dias, da RedeTV (colaborador do UOL).

Marcão queria impedir Leo de pronunciar ou citar seu nome na TV ou em qualquer veículo em que ele trabalhe. Além disso pediu que a Justiça determinasse a retirada de todas as publicações feitas pelo jornalista não só no site da RedeTV, mas também em twitter, facebook e demais redes sociais.

O juiz rejeitou o pedido, alegando que configuraria censura. Os processos, no entanto, prosseguem sem previsão de desfecho.

Ludmila

O motivo das ações foi que Marcão não gostou de comentários que Leo fez no "TV Fama", a respeito do processo que a cantora Ludmila move justamente contra Marcão, por racismo.

O hoje âncora do SBT (jornal matinal "Primeiro Impacto") a chamou de "macaca" em 2017, quando estava na RecordTV.

Leo antecipou na RedeTV que a artista se recusaria a fazer qualquer acordo, e que o processo teria andamento.

Marcão alega que sofreu difamação em rede nacional porque Leo disse que ele estaria "se ocultando para não ser notificado por oficial de Justiça", entre outras queixas.

Marcão entrou com dois processos distintos contra Leo: uma na esfera civil, em que pede indenização de R$ 40 mil; e outro na esfera criminal: seus advogados exigem que o jornalista responda a uma série de perguntas.

A coluna está tentando entrar em contato com Marcão, mas sem sucesso até o momento. Leo Dias também foi procurado, mas não se pronunciou a respeito.

A ação corre na comarca de Santana do Parnaíba (Grande SP).

Ricardo Feltrin no Twitter, e site Ooops

Ricardo Feltrin