PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Ricardo Feltrin


Hamilton Mourão confirma ida e discurso na festa da CNN Brasil

General Hamilton Mourão, vice-presidente da República (e hoje presidente em exercício) - Mauro Pimentel/AFP
General Hamilton Mourão, vice-presidente da República (e hoje presidente em exercício) Imagem: Mauro Pimentel/AFP
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

07/03/2020 13h23

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, confirmou ontem (06) presença na festa de lançamento da CNN Brasil na próxima segunda, em São Paulo.

Convidado especial e representante de Jair Bolsonaro, Mourão —que é o atual presidente em exercício devido a uma viagem internacional do titular— vai discursar e dar boas-vindas ao novo veículo.

Na próxima segunda, na Oca, no parque Ibirapuera, a CNN Brasil festeja sua estreia no país. O canal em HD 577 (em todas as operadoras) começa a funcionar no dia 15 (domingo).

No total a CNN deve empregar cerca de 800 pessoas, entre contratados e colaboradores.

Nos últimos meses a emissora contratou nomes de peso —da frente e de atrás das câmeras— de Globo, Record, Band e SBT, entre outros veículos.

Patrocinadores e patronos

A CNN divulgou esta semana seus primeiros acordos comerciais de patrocínio.

A emissora obteve até o momento três patrocinadores-fundadores, ou master, que assinaram contratos de longa duração —de um a três anos.

Entre eles está o banco Santander (3 anos), a Cielo (2 anos) e a VW (1 ano renováveis).

A emissora não divulga os valores acertados nem de seus investimentos no país e tampouco os envolvidos nas cotas de patrocínio.

Outras empresas como 99, IBM, Magazine Luiza e Nestlé também já assinaram e serão anunciantes do canal, cuja chegada está obrigando outras emissoras pagas noticiosas a se mexer, após anos de marasmo.

A GloboNews deverá promover mudanças em sua grade a partir da próxima semana, assim como a RecordNews, que deve nos próximos dias anunciar parceria com o canal norte-americano Fox News —aliado de Donald Trump.

Ricardo Feltrin no Twitter, e site Ooops

Ricardo Feltrin