PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus põe todas as TVs em alerta e pode adiar volta de Silvio

Silvio Santos está nos EUA e foi aconselhado a continuar lá - Reprodução/SBT
Silvio Santos está nos EUA e foi aconselhado a continuar lá Imagem: Reprodução/SBT
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

12/03/2020 11h25

Resumo da notícia

  • Doença já provoca pânico e preocupação em emissoras
  • Maior preocupação é do SBT, que tem 3 apresentadores idosos
  • Direção da emissora aconselhou Silvio Santos a não voltar já ao Brasil

A pandemia de coronavírus está fazendo vítimas não só pessoas físicas, mas também jurídicas. O SBT está em alerta por causa da doença e sua maior preocupação é Silvio Santos seus outros apresentadores, especialmente os mais idosos.

Passando férias nos EUA, Silvio foi aconselhado a adiar sua volta dos EUA e ficar longe das gravações até a transmissão da doença demonstrar declínio no Brasil.

Como tem 89 anos e faz parte do grupo de risco mais sério em relação ao contágio, o dono do SBT está sendo aconselhado a permanecer em Orlando e também não entrar em nenhum avião comercial por enquanto.

Mas, não é só Silvio que preocupa o SBT: Raul Gil, 82 anos, e Carlos Alberto de Nóbrega, 84 anos, também estão sendo alvo de enorme preocupação e estão sendo aconselhados a fazer os próximos programas sem plateia e com o mínimo contato possível com pessoas de fora do SBT (convidados e calouros, por exemplo).

Silvio também foi questionado se, caso voltasse ao Brasil (em jato fretado), se não gravaria o programa sem plateia.

Disse que não, já que as famosas colegas de trabalho representam uma parcela enorme do programa.

Ele só tem mais 2 ou 3 programas inéditos gravados, segundo esta coluna apurou.

O SBT também vai decidir como fará em relação a Danilo Gentili, Celso Portiolli e o "Casos de Família" — três programas com plateia. A direção da casa está reunida nesta quinta-feira (12)

Globo

Globo, Record, Band e RedeTV também estão estudando a suspensão de plateias em todos os seus programas de auditório.

O Brasil já tem mais de 70 casos confirmados de coronavírus.

Ricardo Feltrin no Twitter, e site Ooops

Ricardo Feltrin