PUBLICIDADE
Topo

Após furar quarentena, Gabriela Pugliesi perde 150 mil seguidores

A influenciadora "fitness" Gabriela Pugliesi - Reprodução/Instagram
A influenciadora "fitness" Gabriela Pugliesi Imagem: Reprodução/Instagram
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

27/04/2020 07h56

A festinha caseira promovida no fim de semana em pleno confinamento, com direito a muitas fotos nas redes, acabou mal para a influencer Gabriela Pugliesi.

A festa, barulhenta, teve mais de 10 convidados, varou a madrugada de sábado para domingo e teve direito a exposição de fotos até da lanchonete que forneceu os comes e bebes.

Resultado: foi considerada por seguidores de Pugliesi —inclusive alguns famosos— como um mau exemplo e um desrespeito às pessoas que estão na linha de frente de combate ao coronavírus.

Pugliesi foi acusada ainda de egoísmo, já que ela contraiu coronavírus, bem como outras 70 pessoas, na festa de casamento de sua irmã Marcella no litoral da Bahia, em março.

A revolta maior foi com um dos vídeos postados por ela durante a comemoração, em que disse: "Foda-se a vida".

Na manhã desta segunda-feira, além de já ter perdido ao menos dois patrocinadores (um deles inclusive se desculpou em rede social), Pugliesi, 34 anos, perdeu também cerca de 150 mil seguidores

Nada que a preocupe demais, já que ela ainda tem uma legião de fãs.

Dos 4,55 milhões de seguidores que ela tinha na última sexta, seu Instagram amanheceu nesta segunda (27) com 4,4 milhões.

Em suas redes, Gabriela Pugliesi se dedica a falar de bem-estar, prática de exercícios, meditação e alimentação, além da ostentação diária de marcas e de sua vida de luxo.

Pugliesi postou um vídeo ontem pedindo desculpas, além de ter deletado os vídeos da festa.

Apesar de ter desativado os comentários sob o vídeo de desculpas no Instagram, as pessoas passaram a criticá-la em posts anteriores.

Uma das queixas mais contundentes foi de uma vizinha, que a acusou de sempre incomodar ao próximo com sua vida social.

"É karaokê, gritaria à noite, cachorros latindo 'nonstop', o som alto do seu marido que acha que mora em Ibiza, pingue-pongue à noite na garagem... Vizinhos que lutem, né", protestou a vizinha identificada como Helô.

O comentário foi apagado, mas sua imagem já estava viralizando em outros perfis.

Outra postagem dura foi a da atriz e humorista Tatá Werneck.

"Estão pedindo caminhão para os hospitais, porque está um caos. Minha prima médica, que pegou, chega chorando em casa. Porque eles já têm que escolher quem salvar. Você já teve [coronavírus]. Está teoricamente 'imune'. Eu acho que essa atitude, ainda mais para um monte de gente que te segue e se inspira na sua vida saudável, foi inadmissível.

O comentário também foi apagado pela "influencer".

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Ricardo Feltrin