PUBLICIDADE
Topo

Pelo 3º mês, GloboNews lidera ibope da TV paga; CNN cai

A jornalista Bianca Rothier e a filha, Marie Louise, na GloboNews - Reprodução/GloboNews
A jornalista Bianca Rothier e a filha, Marie Louise, na GloboNews Imagem: Reprodução/GloboNews
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

02/06/2020 11h52

Fato inédito em 25 anos de vida, o canal noticioso GloboNews encerrou maio como líder isolado de audiência na TV por assinatura.

Com sinal aberto desde o início da pandemia de coronavírus, o canal cresceu na média de audiência de São Paulo, principal mercado da publicidade nacional.

Enquanto o GloboNews cresceu e manteve a liderança, o jovem canal concorrente CNN Brasil perdeu 12% do ibope —caiu três posições no ranking em relação ao mês passado e acabou maio na 7ª posição do ranking.

Na Grande São Paulo a GNews mantém uma confortável distância de 58% sobre a CNN.

Em maio a emissora do Grupo Globo investiu em média cerca de 20 horas diárias de jornalismo ao vivo.

O canal também não deixou de lado a cobertura sobre a crise política em Brasília e, mais recentemente, os protestos antirracistas nos Estados Unidos e na Europa

No PNT (Painel Nacional de Televisão), a liderança do ranking também é da GloboNews, que aumentou sua audiência em relação a abril e ficou com quase o triplo (+185%) de audiência em relação ao segundo colocado, na 16ª posição.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Ricardo Feltrin