PUBLICIDADE
Topo

Com ajuda da família, filme sobre músico Andre Matos sai em 2021

Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

14/06/2020 10h17

A história de um dos maiores músicos brasileiros de todos os tempos, e também um dos mais internacionais, já tem data para estrear: 14 de setembro de 2021. Daqui a exatamente 1 ano e 3 meses.

Nesse dia o cantor, compositor, maestro, arranjador e pianista Andre Coelho Matos faria 50 anos. Precocemente ele morreu um ano atrás (8 de junho) de um infarto fulminante. A vida não é justa.

Andre foi talvez o primeiro grande vocalista brasileiro do rock que ganhou visibilidade internacional, primeiro com a banda Viper, depois com a Angra e por fim com a Shaman.

Também fez muitos trabalhos e apresentações solo e em tudo que fez três coisas se destacavam: as incríveis tessitura, beleza do timbre e técnica de sua voz.

Em português claro: Andre era sensacional. Deixou um legado poderoso não só para o rock, mas para a música como um todo.

Ao contrário de 99% do que vemos de exemplos no rock, tinha sólida formação clássica. Sólida ao ponto de ser também um respeitado maestro.

Se você começar a ouvir randomicamente a "rádio Dream Theater" no Spotify, por exemplo, em algum momento vai aparecer Andre ali. Está ao lado dos melhores, portanto.

Todo apoio familiar

A morte de Andre (sem acento mesmo) chocou a todos.

Sabe aquela pessoa que você tem certeza que tem uma vida pela frente ainda? "Não, ele não", os fãs pensaram quando a notícia devastadora veio a público no ano passado.

Em respeito ao amor que milhões de fãs tinham por ele, a família do artista disponibilizou praticamente todo o acervo que ele deixou, em áudio, vídeo, documentos e fotografias.

O documentário está em fase de montagem e edição e tudo indica que estará à altura do homenageado.

O mais triste é que tudo isso teve início em 2018, com Andre ainda sobre a Terra.

Ele autorizou o registro de entrevistas onde ele falava sobre a vida e as várias fases de sua carreira.

O documentário é dirigido por Anderson Bellini e tem pauta e produção do jornalista (e grande conhecedor de música Thiago Rahal Mauro.

Tudo começou com uma longa entrevista a eles, onde Andre falou durante mais de cinco horas sobre diversos assuntos.

Os formatos de divulgação e distribuição do conteúdo ainda estão em negociação: ou seja, o filme tanto pode estrear nos cinemas como em alguma plataforma de streaming.

O documentário traz ainda depoimentos de músicos como Kai Hansen (Helloween), Alex Holzwarth (Rhapsody e baterista do primeiro disco do Angra), Sascha Paeth (produtor e parceiro de Andre Matos no projeto Virgo), além de parceiros do cantor no Angra, Viper e Shaman.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Ricardo Feltrin