Topo

TV e Famosos

Urach visita detentas de Santa Catarina: "Poderia ter sido o meu fim"

Reprodução/Instagram
29.set.2015- Andressa Urach conta a sua história e ora com detentas de uma penitenciária feminina de Santa Catarina Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, no Rio

29/09/2015 16h24

Andressa Urach visitou uma penitenciária feminina de Santa Catarina, nesta terça-feira (29), orou com as as 125 detentas e contou no Instagram que ela poderia estar na mesma situação.

"Conversei com ex-prostitutas presas por se envolverem com criminosos. Era a minha vida no passado. Eu sabia que este poderia ter sido o meu fim. No pátio, entre cercas de arame, falei da fé que me transformou por inteira e, olhando nos olhos delas, afirmei que existe, sim, chance para recomeçar mesmo atrás dos muros de uma cadeia. Orei junto com todas elas unidas por nossas mãos estendidas nas grades. Que Deus liberte o interior e visite cada uma daquelas mulheres. Hoje e sempre", escreveu Urach.

Andressa virou evangélica depois de passar vários dias internada em estado grave com complicações por uso incorreto de hidrogel na perna, que causou infecção. Ela chegou a ficar em coma com quadro de assepsia aguda por conta da inflamação nas pernas

Em seu livro, "Morri Para Viver", ela relata os abusos sexuais que sofreu na infância, a perda da virgindade aos 15 anos com o irmão e do prazer que sentia ao ser lambida por um cachorro. Andressa Urach dá detalhes ainda da prostituição de luxo com jogadores de futebol, artistas, traficantes e bicheiros. Ela alega ter sido uma das garotas mais bem pagas do Brasil - "chegava a fazer sete programas por dia e faturava R$ 30 mil por mês".
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos