Topo

TV e Famosos


Netflix estuda investir em jornalismo nos próximos dois anos

Ted Sarandos, diretor de conteúdo da Netflix - Neilson Barnard/Getty Images
Ted Sarandos, diretor de conteúdo da Netflix Imagem: Neilson Barnard/Getty Images

do UOL, em São Paulo

14/10/2015 19h18

Após produzir séries originais como "Orange is the New Black", "House of Cards" e "Narcos", a Netflix estuda investir em jornalismo. Durante uma conferência realizada nesta quarta-feira (14), os executivos da plataforma de transmissão de vídeos manifestaram pela primeira vez publicamente o interesse em ter uma programação de notícias nos próximos dois anos.

"No que se refere à notícia, nós definitivamente seremos mais aventureiros em termos de gêneros do que estamos fazendo hoje", antecipou o diretor de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos.

Na conferência, o CEO da Netflix, Reed Hastings, perguntou a Sarandos qual era a probabilidade de a Netflix competir nos próximos dois anos com o grupo de mídia online canadense Vice, que tem parceria com a HBO e escritórios em mais de 25 países. "Provavelmente alto", respondeu o executivo.

Antes da programação de notícias, a Netflix está investindo em documentários como "Our Planet", com os criadores da minissérie "Planet Earth" (2006), e talk shows. O primeiro programa do gênero produzido pela plataforma tem previsão de lançamento para 2016 e será comandado pela apresentadora e comediante norte-americana Chelsea Handler.

Sarandos também afirmou que a Netflix não tem interesse de investir em programação esportiva: "Esportes sob demanda não são tão emocionantes quanto ao vivo".

Mais TV e Famosos