PUBLICIDADE
Topo

Ravache diz que chorou com cena da morte de mocinhos em "Além do Tempo"

Do UOL, em São Paulo

22/10/2015 14h19

A atriz veterana Irene Ravache, que interpretou a condessa Vitória em "Além do Tempo", disse que se emocionou com o capítulo final da primeira fase da novela, exibido nesta quarta-feira (21), e parabenizou a equipe envolvida nos trabalhos.

A novela sofreu uma passagem de mais de 100 anos na história – do século 19 para os tempos atuais. Na última cena, os mocinhos Lívia (Alinne Moraes) e Felipe (Rafael Cardoso) caem de um penhasco e morrem abraçados no fundo de um lago.

"Foi uma emoção tão grande até mesmo para nós que participamos, que já tínhamos lido e sabíamos o que ia acontecer. Eu chorei, porque a cena é linda, é de uma competência para quem fez", disse ela em entrevista ao "Vídeo Show", ao vivo. "É necessário tirar o chapéu para toda a produção, para as nossas duas diretoras, os nossos atores que participaram dessa última cena", completou.

Prevista inicialmente para começar na terça-feira, a nova fase da novela passou para esta quinta, conforme noticiou o colunista do UOL Mauricio Stycer, em função da internação de Alinne Moraes, que teve uma crise renal. Os capítulos mais recentes de "Além do Tempo" foram reeditados e estão mais curtos, com até 36 minutos de arte (sem intervalos comerciais). Na semana anterior, chegaram a durar 41 minutos.

A primeira fase da história de Elizabeth Jhin se passou no final do século 19. Na segunda fase, personagens com os mesmos nomes, e vividos pelos mesmos atores, viverão nos dias atuais. Na última cena do capítulo de quarta ocorrerá a transição. E a partir do dia seguinte, a novela se torna contemporânea.