PUBLICIDADE
Topo

Candidato explica gafe no "The Voice": "Perto deles sou calouro"

Matteus canta "Estou Apaixonado" no "The Voice Brasil" - Reprodução/TV Globo
Matteus canta "Estou Apaixonado" no "The Voice Brasil" Imagem: Reprodução/TV Globo

Gisele Alquas

Do UOL, em São Paulo

30/10/2015 19h36

O candidato Matteus foi o destaque da última noite de audições do "The Voice Brasil”, nesta quinta-feira (29), não apenas pelo talento, já que os quatro técnicos viraram as cadeiras, mas por chamar a atração de “programa de calouro”. Claudia Leitte, Carlinhos Brown, Lulu Santos e Michel Teló “se revoltaram”, e, em tom de brincadeira, “desviraram” as cadeiras.

Em entrevista ao UOL, nesta sexta, Matteus, que cantou “Estou Apaixonado”, famosa na voz da dupla João Paulo e Daniel, contou que tudo foi descontraído e que os jurados se comportaram daquela maneira para deixá-lo tranquilo.

“Eles são muito divertidos. Tudo não passou de uma brincadeira. Eles quiseram me acalmar. Estava muito nervoso e eu quis dizer que perto deles sou um calouro. Quando vi que eles ‘desviraram’ as cadeiras, encarei super de boa porque foi assim. Adoro os quatro. Não imaginava que daria tanta repercussão”, surpreende-se Matheus.

No episódio, depois de se apresentar, o candidato confessou que estava receoso em cantar algo romântico. Lulu perguntou se ele cantava outros estilos além do sertanejo e Matteus respondeu: "Não, canto sertanejo, mas digo mais do lance do romântico. Às vezes, fazer algo muito romântico não tem a pegada do que as pessoas querem em um programa de calouro".

A comparação incomodou os técnicos, que imediatamente corrigiram o cantor. "Isso não é programa de calouro, meu senhor! Isso é um programa de grandes vozes", repudiou Brown. "Agora você feriu a gente profundamente", disse Claudia Leitte. Todos riram da situação, e Matteus escolheu ficar no time de Michel Teló.

Matteus canta desde os 12 anos e há dez participou do “Programa Raul Gil”. “Meus pais me levavam para cantar em todos os lugares. Eu adoro”. Estar no 'The Voice', segundo ele, é a realização de um sonho. “Passou um filme na minha cabeça ao subir naquele palco. Um ano atrás eu achava que não era capaz de fazer show, estava desmotivado. E hoje estou na Globo, em um programa que muitos queriam estar”, comemora ele, que lançou a música “A Culpa é do Amor", versão da canção “All of Me”, do americano Jonh Legend.