Topo

TV e Famosos

Primeira série brasileira da Netflix, "3%" será falada em português

Divulgação
João Miguel e Bianca Comparato estrelam a primeira série brasileira produzida pela Netflix, "3%" Imagem: Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

10/11/2015 19h55

Primeira série brasileira da Netflix, "3%" não seguirá o exemplo de "Narcos" no que se refere à sua língua principal. A produção será falada totalmente em português, diferentemente da série de Padilha, que mescla inglês e espanhol.

A informação foi confirmada nesta terça-feira (10) por Tiago Mello, produtor da Boutique Filmes, que produz a série em conjunto com a Netflix. Durante o Telas Fórum, evento voltado ao mercado televisivo, ele contou que "3%" deve entrar em pré-produção em dezembro, para as filmagens começarem em fevereiro.

A série se passa em um futuro distópico, no qual jovens passam por um processo seletivo árduo para ter a chance de se mudar para "o lado de lá", onde há chances de uma vida melhor - mas só os 3% do título conseguem tal façanha.

Antes de cair nas graças da Netflix, o projeto surgiu como uma websérie que teve três capítulos exibidos no YouTube. "Pegamos uma websérie, investimos maciçamente, transformamos em episódios de uma hora. Tivemos propostas, mas essa foi a melhor. Depois que a gente investiu, ficamos desenvolvendo a história e estamos há oito meses no roteiro", explicou o produtor.

Segundo Tiago, apesar de ser uma ficção científica, a história terá fortes damas humanos: "Eles vão brigar, vão ter relações. A gente quer trazer um carrossel de emoções, romance, humor. Há uma expectativa que isso funcione em outros mercados também. É um grande desafio porque a gente também quer atender os fãs do gênero (ficção) mas dá para balancear isso".

Os efeitos especiais estarão presentes, mas não serão presença constante na série. "Não necessariamente a gente precisa ter efeitos especiais o tempo todo. A gente precisa ter histórias bem contadas", contou o produtor, acrescentando que a série tem inspiração de séries estrangeiras do gênero, como "Black Mirror".

Mais TV e Famosos