PUBLICIDADE
Topo

"Virei fetiche dos gays", diz Thammy Miranda após transição de gênero

Thammy Miranda cuida de seu tanquinho - Reprodução/Instagram/thammymiranda
Thammy Miranda cuida de seu tanquinho Imagem: Reprodução/Instagram/thammymiranda

Felipe Abílio

Do UOL, em São Paulo

17/11/2015 00h35

Thammy Miranda despertou grande interesse dos homossexuais após sua transição de gênero. Pelo menos é isso o que garante o ator que, mesmo namorando a modelo Andressa Ferreira, diz já ter recebido diversas cantadas de homens.

“Acho que virei fetiche dos gays, é muito legal e interessante o carinho deles, é sempre muito bem-vindo. Se me atraísse por homens eu não teria problema nenhum em ficar com eles, é que eu não gosto muito, gosto mais do jeitinho da Andressa. Mas se um dia me apaixonasse por um cara, não teria problema algum em ficar com ele”, contou o ator no lançamento da edição de novembro da revista “Mais JR”, que aconteceu na noite desta segunda-feira (16), em São Paulo.

Com seu tratamento hormonal, Thammy ganhou um peitoral peludo. E ele conta que resolveu adotar esse estilo devido à dor da depilação. “Raspei uma vez. A Andressa passou cera na minha barriga e na primeira puxada mandei deixar o resto, porque dói demais. Se eu tomasse uísque estaria bêbado, se comesse chocolate estaria cheinho, como tomo hormônio tenho pelos, não tem segredo, é a consequência”, contou.

Alvo constante de críticas nas redes sociais, Thammy diz que não se incomoda com as ofensas que recebe, mas lamenta o fato de algumas pessoas não entenderam sua decisão em mudar de gênero.

“Muitas pessoas dizem que falta o ‘principal’, é a piadinha do momento na internet, mas não me incomoda isso porque meu gênero não se resume a um órgão sexual. Não faço questão alguma de me resumir a isso”, disse Thammy, acrescentando que vivemos um momento "cruel" na humanidade, e "escroto" na internet. "As pessoas não medem esforços para atingir e magoar as outras. Se eu recebesse ofensas pessoalmente iria me ferir bastante, mas como só recebo pela internet tenho pena dessas pessoas.”