TV e Famosos

Ex-chacrete perde tudo, vira vigia e recebe ajuda para terminar casa

Reprodução/TV Record
Raquel Coelho recebeu R$ 5 mil para terminar de construir uma casa Imagem: Reprodução/TV Record

Do UOL, em São Paulo

17/01/2016 18h45

Depois de anos trabalhando como dançarina e assistente de palco de programas de sucesso nos anos 1980, Raquel Coelho passou por dificuldades financeiras longe da TV. A ex-chacrete e ex-bolete – como eram chamadas as bailarinas dos programas de Chacrinha e Bolinha, respectivamente – perdeu tudo, conseguiu um emprego como vigia de uma escola e até hoje conta com a ajuda de amigos para sobreviver. Em um programa exibido pela Record neste domingo (17), Raquel recebeu uma doação de R$ 5 mil para terminar de construir sua casa.

A reportagem do "Domingo Show", de Geraldo Luís, promoveu ainda um reencontro de Raquel com a filha de Bolinha, Vitoria Cury, que mostrou recortes e fotos de sua época como bolete e a presenteou com um chaveiro que era do apresentador. Emocionada com as memórias, ela não se conteve ao receber a notícia sobre a ajuda financeira da emissora. "Muito obrigada. Muito obrigada, seu Geraldo, a equipe. A você Vitoria, por ter me tratado como uma princesa. A Jesus Cristo, ao anjo da guarda que mandou a carta [ao programa contando sua história]", disse ela.

Reprodução/Record
Raquel Coelho foi bolete e chacrete Imagem: Reprodução/Record
Raquel foi uma das das dançarinas que trabalharam ao lado do comunicador e radialista José Abelardo Barbosa de Medeiros, também conhecido como Chacrinha (1917-1988), considerado um dos apresentadores mais consagrados da televisão brasileira. Ele ficou conhecido nacionalmente sob o comando de programas com a marca popularesca, esbanjando humor, abacaxi e bacalhau, e rodeado de belas bailarinas.

Em seu programa, Chacrinha misturava show de calouros com concursos, e os candidatos se apresentam para uma plateia célebre, com nomes como Elke Maravilha, Edson Santana e jurados convidados, como os atores Tarcísio Meira, Glória Menezes e Vera Fischer.

Chacrinha morreu aos 70 anos, em 1988, vítima de infarto do miocárdio, insuficiência respiratória e carcinoma pulmonar – um tumor canceroso.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo