TV e Famosos

Dedé lamenta não ter administrado dinheiro tão bem quanto Renato Aragão

Reprodução/TV Record
Dedé lamenta não ter administrado dinheiro tão bem quanto Renato Aragão Imagem: Reprodução/TV Record

Do UOL, em São Paulo

24/01/2016 23h05

Às vésperas de completar 80 anos, o ator e comediante Dedé Santana lamentou não ter administrado o dinheiro tão bem quanto Renato Aragão, companheiro no elenco do extinto humorístico "Os Trapalhões". Dedé explicou que não conseguiu ficar rico, mesmo com o sucesso estrondoso do programa nos anos 70, 80 e início da década de 90.

"Agora eu não tenho culpa e ele [Renato Aragão] também não, de ter administrado melhor a carreira dele. Eu errei na administração da minha carreira. Eu administrei muito mal. O Didi, como é advogado e foi bancário, soube administrar a carreira dele: onde comprar, onde investir o dinheiro dele, tudo. Ele soube encaminhar o que ganhou, fazer as economias necessárias. Já eu joguei muito dinheiro fora", disse o comediante, em entrevista ao "Domingo Espetacular", da Record, neste domingo (24)

"Eu tenho um defeito ou uma qualidade, que é o de ajudar a todo mundo. Eu ajudei muita gente, que mais tarde, quando precisei, falhou comigo", reclamou Dedé, que garantiu não se referir a Renato Aragão. "Sabe o que me irrita? É o de tentar colocar sempre o Renato e eu brigando. Se eu tiver qualquer problema, eu pego o telefone e ligo [diretamente para ele].  O que eu precisar dele...já precisei e fui [atendido] na hora", ressaltou Dedé.

O comediante garantiu que "não existe nenhuma mágoa" entre os dois. "Temos um relacionamento praticamente de marido e mulher, um casal. De vez em quando, a gente discute, mas é por filme, é por programa", encerrou.

Exibido pelas redes Tupi, Record e Globo, a série "Os Trapalhões" foi composta pelo quarteto Renato Aragão, Dedé Santana e, mais tarde, Mussum e Zacarias. O humorístico ficou no ar por 18 anos, entre março de 1977 e agosto de 1995.

Após 20 anos de parceria, Zacarias foi o primeiro do elenco a morrer, em 1990, vítima de uma insuficiência respiratória, em decorrência de uma infecção pulmonar."O Zacarias para mim era o grande ator, era um tremendo apaziguador. Qualquer rusguinha que tinha em nosso grupo, ele falava 'não, espera aí, não é bem assim'", disse Dedé.

Quatro anos depois foi a vez de Antônio Carlos, o Mussum. Ele faleceu aos 54 anos, em 1994, em decorrência de problemas no coração.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo