PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

Série "Orange is the New Black" ganhará mais três temporadas no Netflix

Série premiada da Netflix, sobre dia a dia de presas, será prorrogada ao menos até 2019 - Divulgação/Netflix
Série premiada da Netflix, sobre dia a dia de presas, será prorrogada ao menos até 2019 Imagem: Divulgação/Netflix

Do UOL, em São Paulo

05/02/2016 12h42

Série original mais assistida hoje no Netflix, sobre o dia a dia de uma penitenciária feminina, "Orange is the New Black" vai ganhar mais três temporadas, totalizando sete (com exibição até 2019). A quarta temporada já estava confirmada para este ano e tem estreia prevista no dia 17 de junho. As informações são do site da revista norte-americana "Variety".

Criada e dirigida por Jenji Kohan, a comédia dramática – que aborda o ambiente tenso e sofrido da cadeia, com muitas brigas de grupos rivais, crimes, histórias de amor e temas polêmicos (como aborto e estupro) – foi lançada na Netflix em julho de 2013.

"Mais três anos! Não é um mandato político, mas bastante tempo para fazermos algumas coisas interessantes. Vamos manter (a série) interessante. Obrigada, Netflix! E obrigada, Lionsgate (produtora de "Orange")! Parabéns e obrigada ao elenco estelar, a toda a equipe, escritores, produtores, editores, músicos, pessoal da mixagem e carregadores com quem tenho o orgulho e a honra de realizar essa série. Mais três anos!", comemorou Jenji.

"O público do mundo todo tem amado as mulheres e homens de 'Orange is the New Black', e nós estamos ansiosos para ver aonde mais três temporadas irão levá-los", disse a vice-presidente de conteúdo original da Netflix, Cindy Holland. O CEO da Lionsgate Television, Kevin Beggs, também ficou satisfeito com a renovação do contrato.

A prorrogação de "OITNB" por ao menos três anos foi confirmada após a série ter conquistado, no último sábado (30), dois prêmios do SAG Awards 2016, na categoria "série de comédia": melhor elenco e melhor atriz para Uzo Aduba, que interpreta a personagem Crazy Eyes. Foi o segundo ano consecutivo em que Uzo saiu do evento com um troféu por sua interpretação.

Na ocasião, a atriz Laura Prepon (que interpreta a ex-traficante Alex Vause) fez o discurso de agradecimento e destacou a diversidade do elenco – em meio à polêmica de racismo no Oscar, que não indicou nenhum ator negro pela segunda edição seguida.

TV e Famosos