TV e Famosos

Após prisão do irmão, Leandro Hassum desabafa: "Viva a honestidade"

Reprodução/Instagram/leandrohassum
Leandro Hassum desabafa no Instagram: "Viva a honestidade" Imagem: Reprodução/Instagram/leandrohassum

Do UOL, no Rio

16/02/2016 12h18

Dias após a prisão do irmão, Carlos Alexandre Hassum Moreira, acusado de estelionato, o humorista Leandro Hassum publicou um desabafo em seu perfil no Instagram. Sem mencionar diretamente o caso, o ator postou uma sequência de fotos em que aparece ao lado da mulher, Karina, e da filha, Pietra, além de uma imagem sua no teatro, e falou sobre honestidade.

"Esse sou eu, ao lado é minha filha, embaixo minha mulher e minha filha e ao lado meu público. Essas pessoas me ajudam a construir o homem o pai e o profissional que sou. Por elas dou minha vida e minhas melhores piadas. O caminho do bem, da honestidade e da verdade é o único caminho. Sigo em frente. E que seja cumprida a lei e viva a HONESTIDADE! A quem possa interessar, essa é minha vida", escreveu.

Carlos Alexandre conseguiu liberdade provisória na última segunda-feira (15). Sua soltura, no entanto, só acontecerá depois do pagamento da fiança estipulada em 60 salários mínimos, R$ 52,800,00, e se não houver outra ordem de prisão.

Golpes em camarotes

De acordo com a polícia civil, Carlos Alexandre aplicava golpes em camarotes da Sapucaí e se fazia passar por um representante de uma agência de turismo de São Paulo. "Essas empresas pegam os ingressos e pagam após o evento. Ele se fez passar por gerente da empresa através de e-mail", disse o delegado Antenor Lopes, titular da delegacia especializada.

Segundo a juíza Andrea Maciel Pacha, que concedeu a liberdade, Carlos Alexandre não usou de violência para cometer o crime, não tem condenações judiciais e tem endereço fixo. Por isso, considerou a manutenção da prisão desnecessária.

Após desconfiarem do golpe, as operadoras entraram em contato com a DCOD. "Durante as diligências, os agentes localizaram o homem que estava fazendo a coleta dos ingressos. Em depoimento, ele afirmou que foi contratado por Carlos Alexandre para fazer a coleta de ingressos", informou a polícia.

O homem que supostamente trabalhava para Carlos Alexandre conseguiu 10 ingressos para um camarote, que valem, no total, R$ 10 mil. Os ingressos foram recuperados pelos policiais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo