TV e Famosos

Gentili sente "dor no coração" por Jô e promete zoar Porchat na Record

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

07/03/2016 16h10

Após dois meses com reprises, o talk show "The Noite", do SBT, retornará nesta segunda-feira (7) com cenário novo e entrevistas inéditas (hoje será com Luciana Gimenez). Danilo Gentili terá a concorrência de Jô Soares pela última vez neste ano, com o anúncio do fim do "Programa do Jô". Gentili, que se inspira no concorrente, não gostaria que a atração da Globo terminasse.

"Como espectador não, porque é uma coisa tradicional, eu cresci assistindo. Dá uma dor no coração", lamentou o apresentador do SBT ao UOL, enquanto o cenário do "The Noite" ganhava os retoques finais. "Hoje tenho um talk show porque cresci assistindo [a Jô Soares], porque sou fã. E quando você vê o talk show que assistia sair do ar, já começa a se preocupar. 'Ih, estou ficando velho'", completou.

Gentili, que estreou no SBT reciclando o antigo cenário de "Jô Soares Onze e Meia", primeiro programa de entrevistas de Jô, não se considera uma referência como entrevistador mesmo após o fim do programa da Globo.

"Continuo me apegando ao que gostaria de assistir, o meu lado espectador. Prefiro deixá-lo aflorar a me sentir uma referência. O talk show é sobre o talk, a conversa, e ela tem que ser a mais despretensiosa e natural possível. Quando começa a ficar pretensiosa, acho que a proposta do programa pode ir por água abaixo", argumenta.

Novos concorrentes

Se Gentili ficou triste por Jô, o mesmo não pode dizer de seus amigos Marcelo Adnet e Fábio Porchat, que terão talk shows na TV e disputarão audiência com o "The Noite". Os dois humoristas, aliás, foram os primeiros entrevistados de Gentili. Adnet no "Agora é Tarde", em 2011, e Porchat no "The Noite", em 2014. O apresentador torce pela interação com seus amigos, mesmo em emissoras concorrentes, embora reconheça ser um desejo quase impossível.

 

"Acho legal [a concorrência], é como na TV americana. Seria legal se aqui tivesse a mentalidade do americano. Lá, os programas conversam entre si, Jimmy Kimmel no programa do Jay Leno, Conan O'Brien no programa do David Letterman. O público ganha, os artistas ganham, as emissoras ganham. Infelizmente aqui [no Brasil] existe uma barreira, mas com esse programa uma das coisas que sempre quis quebrá-la. Sempre estreio com quem não é da emissora", afirma.

 

Na opinião de Gentili, tanto Adnet, que deverá ter seu talk show na Globo em 2017, quanto Porchat, com previsão de estreia na Record para o segundo semestre deste ano, terão criatividade suficiente para conduzir programas diferentes do "The Noite", apesar de os três serem humoristas contemporâneos. O apresentador do SBT, aliás, aguarda ansiosamente a estreia de Porchat para brincar com a ida dele para a Record.

 

"O que vou fazer é assistir para fazer piada no outro dia. Quando a Xuxa estreou na Record, a gente fez a Xuxa crente. Talvez a gente faça o Porchat crente", brinca.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo