TV e Famosos

Em Roma, correspondente da Globo rouba a cena com óculos azuis

Do UOL, em São Paulo

22/03/2016 08h04

Correspondente da Globo em Roma, a jornalista Ilze Scamparini surpreendeu telespectadores nesta terça-feira (22) pelos óculos chamativos, de armação azul e lentes arredondadas, que usava no momento em que dava as notícias no "Bom Dia Brasil" sobre os atentados que atingiram Bruxelas.

"A repórter Ilze Scamparini saiu de uma festa de casamento e esqueceu de tirar o adereço", escreveu um internauta no Twitter. "Ilze Scamparini, minha filha, coloca um óculos decente pra dar uma notícia séria como essa", reclamou outro.

Reprodução/Globo
Depois de aparecer de óculos azuis, Ilze Scamparini tira o acessório para dar as notícias sobre os atentados no "Jornal Hoje" Imagem: Reprodução/Globo
 Nem todos espectadores desaprovaram o estilo da correspondente. "Ilze Musa Scamparini entrando ao vivo no Bom Dia Brasil diretamente da varanda de sua casa, com seus óculos loucos azuis", elogiou um tuiteiro. "Ilze Scamparini está cada vez mais linda e rica. Ela é poderosíssima", comentou outro.

"Não tem como deixar de comentar os óculos da Ilze Scamparini na entrada ao vivo no Bom Dia Brasil. Estilo ou exagero?", falou um telespectador. "Ilze Scamparini desviou o foco dos atentados pro óculos dela", criticou outro. 

O nome da corresponde chegou aos assuntos mais comentados da rede social. Depois da repercussão, Scamparini apareceu sem o extravagante acessório ao participar do "Jornal Hoje". 

 

Atentados em Bruxelas
A Procuradoria da Bélgica confirmou que foram atentados coordenados as três explosões registradas por volta das 8h15 (4h15 de Brasília) desta terça em Bruxelas, na Bélgica, -- duas no aeroporto internacional da capital, perto dos balcões de check-in no terminal de embarque, e outra na estação de metrô de Maelbeek, localizada próxima a edifícios da União Europeia.

Ao menos 34 pessoas morreram -- 20 no metrô e 14 no aeroporto -- e 136 pessoas ficaram feridas, segundo um balanço provisório das autoridades. 

O governo belga já elevou ao nível máximo o alerta para ataques terroristas, já que as explosões ocorrem quatro dias depois da prisão de Salah Abdeslam, suspeito de ter participado da série de ataques terroristas em Paris, em novembro do ano passado, que deixou 130 mortos. A polícia da Bélgica está em alerta desde então por conta de possíveis represálias.

Ontem, a polícia havia divulgado que um cúmplice de Salah estava ainda foragido. Trata-se de  Najim Laachraoui, 24. Nenhum grupo assumiu a autoria do atentado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo