TV e Famosos

"Minha autoestima sempre foi lá em cima", brinca Mariana Rios

André Lobo/UOL
Mariana Rios apresenta o "Se Arrume Comigo" no site do GNT Imagem: André Lobo/UOL

Giselle de Almeida

Do UOL, no Rio

12/04/2016 08h00

Hoje ela é referência de beleza para seus seguidores nas redes sociais - são 4,4 milhões deles apenas no Instagram, mas a conta aumenta porque ela gosta de usar Twitter, Snapchat, Periscope e o que mais a tecnologia permitir para se comunicar com seus fãs. Mas Mariana Rios já sofreu na infância ao ser chamada de magrela e bambu de cutucar estrela. Nada que afetasse seu amor-próprio, garante.

"Minha autoestima sempre foi lá em cima", brinca a mineira de Araxá, 30. "Ser criticado, ser defendido, ser elogiado, tudo isso faz parte do crescimento da gente. Ninguém está livre desse pecado, e você vai criando casca para se defender", afirma.

Apresentadora do quadro "Pergunte a Mari Rios" no "Superbonita", do GNT, e do programa "Se Arrume Comigo", no site do canal, a morena se sente em casa ao dar dicas de maquiagem. O visual impecável é como ela se apresenta diariamente, exceto na hora da academia. Mas, imediatamente depois do banho, o mulherão está de volta.

"Seria infeliz se saísse sem maquiagem (risos). Gosto desde pequena, via minha mãe se arrumar e queria passar batom vermelho, botar cílio. Era muito vaidosa. Não tem criança que reclama que alguma coisa está apertando, fura a meia-calça? Eu não, ficava impecável", diz. 

Mas maquiagem é só para se sentir bem, ela diz. As referências de beleza da atriz e cantora são mulheres que ela admira justamente pela naturalidade: Giovanna Antonelli e Julia Roberts. "Giovanna é maravilhosa, viva, alegra onde passa. A Julia é uma mulher linda e não é plastificada. Acho que a pessoa se perde muito nisso, é importante aceitar a idade que tem. Se não vai ter sempre a mesma cara. O legal é ir descobrindo belezas diferentes, ela é o símbolo disso", analisa.

E Mariana diz se sentir bem com a idade que tem, obrigada. Diz estar em seu momento mais feliz e pleno, aliás. É vegetariana, cuida da alimentação (com mais consciência depois dos 29), faz atividade física, mas sem neuras de mil cremes e dietas malucas. A única loucura que cometeu até hoje por vaidade foi uma mecha dourada nos cabelos quando era adolescente.

"Minha mãe não deixava pintar o cabelo, então peguei papel crepom laranja e passei, com um pouco de água oxigenada. Aquilo não saía! Tinha várias fotos com essa mecha", lembra ela, aos risos. 

Se a mudança radical for por um personagem, ela pensa duas vezes. Diz que não encararia alguma transformação física que atrapalhasse a saúde ou a deixasse triste. "Emagrecer demais, engordar demais, ter que raspar cabeça... Não sei até onde eu gosto de ser eu mais do que o personagem", conclui ela.

 Davi de Almeida/TV Globo
Caio (Humberto Carrão), Diego (Bernardo Castro Alves), Yasmin (Mariana Rios), Bruno (Caio Castro) e Alex (Daniel Dalcin): a Quadribanda de "Malhação" (2009) Imagem: Davi de Almeida/TV Globo

Pausa na carreira de atriz

E é por gostar tanto de ser Mariana que a mineira decidiu deixar de lado, ao menos por enquanto, a carreira de atriz, retomar a de cantora e investir na de apresentadora. É no palco, na TV e na internet que ela se sente mais à vontade e mais próxima de seu público.

É a menina de 7 anos, que cantava com banda em clubes de Araxá e arredores, festinhas infantis e colônias de férias e que gravava três jingles publicitários por semana, retomando seu plano original. "Vim para o Rio com 18 anos com um CD demo, com três músicas, e fui entregando nas gravadoras, nos quiosques da Lagoa, nos bares. Comecei a fazer teatro para ficar mais solta no palco, para conhecer no meio outros músicos. Lá em Minas eu fazia shows sexta, sábado e domingo, aqui era muito difícil. Ganhava R$ 15 para cantar por três horas num bar em Botafogo", afirma ela, que ainda estudava interpretação pela manhã e trabalhava numa loja de shopping à tarde.

Nisso vieram os testes para trabalhar como atriz, mas a chance de viver Yasmin em "Malhação" só chegou quatro anos depois. "Encarei como se fosse a oportunidade da minha vida. E calhou de a minha personagem ser cantora. Hoje tenho necessidade de voltar para esse meu caminho", conta.

E não houve nenhum deslumbre com a fama? Mariana garante que seus amigos continuam os mesmos. "As pessoas que estão comigo são minhas primas, minhas amigas de Araxá, gente que conheci no começo. Sempre fui mais sossegada", diz.

Com a vida tão em evidência nas redes sociais, a mineira garante que toma cuidados para não se expor demais: ser reservada com a vida social é um exemplo, e ela confirma que está namorando, mas prefere não dar detalhes sobre o relacionamento. Recentemente, ela teve seu nome envolvido numa polêmica com Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, mas minimiza o episódio. "Fofoca faz parte da nossa vida", diz.

Em junho, Mariana entra em estúdio para gravar seu novo CD. "Tenho que cantar para as pessoas se sentirem felizes. Quero mostrar minha essência e não o que as pessoas esperam de mim", afirma.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo