TV e Famosos

José Loreto conta que "Amor e Sexo" o deixou menos machista

Estevam Avellar/TV Globo
Loreto pinta a axila de rosa no "Amor e Sexo" Imagem: Estevam Avellar/TV Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

05/05/2016 07h00

Ele já usou salto alto, pintou a axila de rosa, rebolou e até fez striptease. Há quatro anos no "Amor e Sexo", José Loreto tenta mostrar que, aos poucos, se liberta da figura de homem machista e leva os aprendizados do programa para a vida.   

"Tem vários assuntos que aprendi no 'Amor e Sexo'. Nesta temporada teve o 'Bishow' [quadro com drag queens]. Eu não tinha um amigo, uma pessoa, que se vestisse de mulher, não conhecia essa cultura e outras coisas sexuais. Quando acaba o programa, eu sempre fico refletindo sobre as coisas que a gente falou, o que eu ouvi, é engrandecedor", contou Loreto ao UOL.

Reprodução/TV Globo
Débora Nascimento surpreende José Loreto no último programa da temporada de 2016 Imagem: Reprodução/TV Globo


A prova disso é que o ator fica atento aos comentários da psicanalista Regina Navarro e acaba entregando alguns hábitos que insiste em manter. Em um dos programas da última temporada, Loreto confessou que sente ciúmes de algumas roupas que a mulher, Débora Nascimento, usa.

"Às vezes eu quero que ela passe mais despercebida pelos outros. A minha mulher já chama muito a atenção, então se ela bota um decotão, eu fico com ciúme e aí dá uma raivinha. Eu não sei o que eu faço, Regina!", admitiu ele, pedindo um conselho.

Para provar que é "o macho viril da casa", Loreto também já contou no programa que gosta de dormir na cama do lado da porta. "Porque se alguém entrar do nada, estou lá perto da porta", justifica, entregando que gosta de se sentir herói.

Reprodução/TV Globo
Ao lado de Otaviano Costa, José Loreto dança de salto alto no "Amor e Sexo" Imagem: Reprodução/TV Globo


Assim como aconteceu com muita gente, a cultura machista fez parte da criação de José Loreto. Aos poucos, ele tenta levar os temas abordados no programa para o dia a dia e se libertar de preconceitos.

"A gente já nasce meio machista. Eu já nasci fazendo judô, minhas irmãs, balé. Hoje eu já falo para Débora, o quarto do filho, quando vier, não tem essa de azul para menino e rosa para menina, é branco, preto, qualquer cor", disse.

Reprodução/TV Globo
Loreto se diverte na "Máquina do Orgasmo" durante o "Amor e Sexo" Imagem: Reprodução/TV Globo

"Continuo firme e forte"

Apesar de Fernanda Lima ter anunciado que o "Amor e Sexo" acabaria em 2016, a apresentadora voltou atrás e já confirmou que o programa terá sua décima temporada em 2017.

"Não deixam a gente sair do 'Amor e Sexo'. Eu estou lá, sou do elenco, continuo lá firme e forte, adoro o programa e vamos quebrar mais tabus aí. Acho que o programa ainda tem fôlego. A gente está despertando tanto interesse nas pessoas, então a gente pode esmiuçar isso, tem muita coisa para falar ainda, é um assunto inesgotável, então 'vambora'", conta Loreto.

Para o ator, o programa tem uma função importante e permite que os mesmos temas sejam abordados de formas diferentes e sejam absorvidos por mais pessoas.

"Tem coisas que são tabus e a gente vai lá com jeitinho, brincando, e acaba quebrando o tradicionalismo de algumas coisas. Tem coisas que a gente tem que repetir, repetir até aceitarem. A sociedade ainda está muito machista, já era para estar mais evoluída.", opina.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo