Topo

TV e Famosos

Após várias mocinhas, Malu Mader se aventura na comédia em "Haja Coração"

Divulgação/TV Globo/Ramon Vasconcellos
Malu Mader completa 50 anos em setembro e diz que pretende ainda ser diretora Imagem: Divulgação/TV Globo/Ramon Vasconcellos

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

23/05/2016 15h37

Durante as décadas de 1980 e 1990, ela foi uma das musas da televisão brasileira. Virou a protagonista preferida de autores como Cassiano Gabus Mendes, Aguinaldo Silva e especialmente de Gilberto Braga, emendando um sucesso atrás do outro sempre na linha do drama, mas na próxima novela as 19h da TV Globo, "Haja Coração" , Malu Mader vai se aventurar na comédia.

Rebeca, sua personagem na trama, é uma arquiteta que morava anos fora do Brasil por causa do marido espanhol. Viúva e falida, ela volta e conhece Penélope (Carolina Ferraz) e Leonora (Ellen Roche), e o trio vai se envolver em trapalhadas na busca de um marido rico. O alvo é Aparício Varela (Alexandre Borges), um antigo amor da própria Rebeca.

"É um núcleo engraçado, onde os acontecimentos são todos divertidos, são para entreter mesmo, alegrar. Eu estou muito feliz e me sinto à vontade porque é uma comedia romântica e não rasgada. Curto fazer comédia e sou engraçada. Pelo menos é o que me falam os meus amigos (rs). Não sei o motivo que ao longo da minha vida sempre fui convidada para fazer drama. Gostaria de saber", brinca atriz prestes a completar 50 anos.

Thyago Andrade /Foto Rio News
Malu está casada há 26 anos com o músico e escritor Tony Bellotto Imagem: Thyago Andrade /Foto Rio News
 Malu ainda mantém o corpo de 20 do início da carreira graças uma dieta balanceada e a prática de tênis e pilates, exercícios feitos de três a quatro vezes por semana e que ela pretende manter com o ritmo das gravações. "Quando se grava uma novela, tudo na vida é uma correria, mas dá para equilibrar " , explica a atriz, que pontua como nota zero a possibilidade de uma crise pelo aniversário de meio século em setembro.

"Acredito que crises acontecem ao longo da vida de qualquer pessoa e as minhas não estão ligadas aos números simbólicos. 50 anos? Problema nenhum. Talvez lá atrás, eu tive um pouco, sim, mas agora não", assume, para em seguida completar: "Envelhecer é difícil para todo mundo, é um grande desafio e um processo natural. De verdade, eu me sinto bem agora e acho dentro da média está dando para encarar esse tabu da idade, dos 50".
 
Fã de novelas e tendo entre suas favoritas "O Rebu" (1974), "Ti-Ti-Ti" (1985) e o "Senhora do Destino" (2004), Malu confessou que não acompanhou regularmente "Sassaricando", de 1987, por falta de tempo. Lembra de poucas coisas, mas resolveu ver algumas cenas recentemente, na internet, por curiosidade. Nada de laboratório ou inspiração. Ela contou os motivos que levaram a aceitar o convite de Daniel Ortiz. "Minha última novela foi 'Sangue Bom', há três anos, já era um tempo bom para voltar. Estava com saudades e ainda tinha o fato de a personagem ser boa, ser interessante. Resumindo: Calhou tudo. Coisas que acontecem na vida e que a gente não sabe bem o motivo".


Planos para ser diretora
Casada há 26 anos com o músico Tony Bellotto e mãe de João, de 21 anos e estudante de Cinema, e Antônio, de 18 anos e calouro em Direito, Malu planeja outros voos na carreira. Ela, que já fez um estágio como assistente de direção no remake "O Rebu", de 2014, já dirigiu documentários e videoclipes e sonha agora em dirigir um longa de ficção. "É um desejo antigo, que nunca me abandona. É um olhar que você tem ou não tem e desde muito nova tive essa preocupação com a direção da cena, com o meu ofício em geral. Venho de uma estradinha de experiência e preciso ter mais segurança, mais preparo para ser mesmo uma diretora. Novela? Não. Novela é para os corajosos e para quem está nessa estrada há anos." 

 

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber

Mais TV e Famosos