PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

Bill Cosby admite que teve relações sexuais com duas adolescentes, diz site

Ator Bill Cosby admite ter tido relações sexuais com adolescentes - AP
Ator Bill Cosby admite ter tido relações sexuais com adolescentes Imagem: AP

Do UOL, em São Paulo

24/05/2016 09h00

O astro americano Bill Cosby (78), que responde a um processo na Justiça, confessou ter tido relações sexuais com pelo menos duas adolescentes. A informação foi divulgada nesta terça-feira (24) pelo site TMZ, especializado em celebridades, a partir de documentos judiciais obtidos sobre o caso e de um testemunho revelado pela agência de notícias AP.

Durante as filmagens de uma de suas sitcoms, o ator costumava receber "cinco ou seis" modelos toda semana, enviadas por uma agência, para o estúdio onde estava gravando. De acordo com os documentos, o agente de Cosby pagou uma das meninas para que a mulher do ator não descobrisse o crime. Seu modus operandi era dar a jovens atrizes uma "refeição, muito, muito boa". 

Ele foi questionado sobre Andrea Constand, uma ex-funcionária da universidade de Temple, na Pensilvânia - com quem teria tido relações sexuais quando ela tinha 17 anos. "Você se lembra de ter oferecido a ela [o licor] Amaretto?", perguntou o advogado de Costand. O ator negou que tenha dado a bebida à ex-funcionária.

Dando sequência ao interrogatório, o advogado perguntou com detalhes: "Você disse a ela para se sentar próxima no sofá, colocando os braços ao redor dela, massageando seus ombros e braços sugestivamente. Isso ocorreu?".

"Preciso de esclarecimento sobre o tempo", respondeu o ator. O advogado insistiu: "Ela tinha 17 anos. Posteriormente, você a obrigou masturbá-lo com creme. Isso aconteceu?".  Cosby, então, admitiu: "Sim".

Ele ainda revelou que teve relações sexuais com Therese Serignese, que tinha 19 anos em 1976. O astro falou que deu a ela dinheiro, por meio de seu agente, para que não contasse nada a sua mulher sobre o ocorrido.

Detenção
Bill Cosby foi detido em dezembro do ano passado, no condado de Montgomery, na Pensilvânia, após ser formalmente acusado de abusar sexualmente de uma mulher doze anos atrás. O comediante foi liberado após entregar seu passaporte e pagar sua fiança calculada em US$ 1 milhão (cerca de R$ 4 milhões).
 
A acusação refere-se ao caso de Andrea Constand, que acusou Cosby de drogá-la e colocar as mãos por baixo da calça dela em sua mansão, em janeiro de 2004. Ela estava "congelada, paralisada, impossibilitada de se mover", disse o procurador-geral-assistente Kevin Steele ao anunciar as acusações, poucos dias antes de o crime prescrever - no estado norte-americano da Pensilvânia, crimes sexuais podem ser denunciados em até 12 anos após sua ocorrência.
 
Ao chegar no tribunal, no dia 30 de dezembro, o ator se declarou inocente da acusação. Vestindo um moletom, Cosby foi rapidamente escoltado para evitar a multidão de jornalistas na porta do tribunal. Ele teria concordado em não ter nenhum contato com Andrea. 
 
Este é o primeiro caso criminal envolvendo o artista após anos de denúncias. Se condenado, Cosby pode pegar de cinco a dez anos de prisão e ter de pagar uma multa de US$ 25 mil.
 
Acusações
Mais de 50 mulheres acusam Bill Cosby de abuso sexual. Uma delas é a atriz Lili Bernard, que atuou no "The Cosby Show". Ela alega que foi drogada, estuprada e ameaçada enquanto se preparava para atuar no programa. O ator nega todas as acusações.

TV e Famosos