TV e Famosos

"Críticas não me fazem mais chorar", diz Luiza Brunet sobre atuação na TV

Caiuá Franco/TV Globo
Luiza Brunet como Madá em "Velho Chico": a cafetina volta mais adiante na trama Imagem: Caiuá Franco/TV Globo

Giselle de Almeida

Do UOL, no Rio

01/06/2016 14h16

Foram quatro dias entre o convite para viver a prostituta Madá em "Velho Chico" e a gravação nos Estúdios Globo, um desafio que Luiza Brunet aceitou sem medo. Dedicou-se até 11 horas por dia ao estudo da prosódia nordestina e aulas de expressão corporal para estar segura com o texto ao contracenar com Antonio Fagundes ao fazer seu retorno às novelas após quase 20 anos. A dona do bordel mostrou a que veio no capítulo da última segunda-feira (30) e volta em breve, retomando a antiga relação que tem com o coronel Afrânio.

Luiza, 54, gostou do que viu na TV e diz que hoje lida com mais maturidade com as eventuais críticas, que já a abalaram bem mais na época de "Anjo Mau" - atualmente reprisada em "Vale a Pena a Ver de Novo" -, quando interpretou Tereza.

"Ninguém e unanimidade, e cada um tem sua opinião. Em 'Anjo Mau', eu tinha uma personagem muito importante na trama, contracenava com o Mauro Mendonça, que era um grande ator, tinha um núcleo fantástico. As críticas me deixaram insegura, isso me atrapalhou. Mas eu amadureci. Respeito as críticas se forem construtivas, elas não me fazem mais chorar, não me fazem mais sofrer. Agora, li um comentário de alguém no Instagram e respondi: 'Que pena que eu te decepcionei. Vou fazer melhor'. Tenho essa tranquilidade", analisa.

Globo/Divulgação
Cintia Dicker, Alessandra Maestrini e Luiza Brunet na série "Correio Feminino" Imagem: Globo/Divulgação

A cafetina veio graças ao convite do diretor Luiz Fernando Carvalho, que já a havia dirigido na série "Correio Feminino", exibida no "Fantástico" em 2013, trabalho que deixou Luiza satisfeita e com vontade de se arriscar mais na dramaturgia.

"'Correio' foi uma felicidade enorme, uma série pequena, mas importante. Não tinha texto, era mais expressão, olhar, gestual... Foi um trabalho primoroso e gostaria de experimentar outros papéis. Se houver oportunidade e avaliarem que eu posso ter condições de fazer, eu adoraria continuar", diz ela, que garante não ter ficado chateada ao não ter sido aprovada em um teste de "Velho Chico". "Imagina! Fiquei tão feliz de ele ter pensado em mim. É normal, vejo outras mulheres que fazem testes e não passam. Pelo contrário, acho um privilégio. É vida segue", diz.

Divulgação/TV Globo
Tereza (Luiza Brunet) e Rui Novaes (Mauro Mendonça) na novela "Anjo Mau" Imagem: Divulgação/TV Globo

Ansiosa para receber o texto das próximas cenas de Madá, Luiza conta que gostou de se ver bem diferente na TV. "Acho que desfigurou um pouco. Eu me olhei no espelho pela primeira vez loira e não me reconheci. Fiz muitas participações em novelas também como Luiza Brunet, então ficou diferente. É maravilhoso se transformar nessa mulher tão desesperada, com uma roupagem totalmente diferente", afirma.

A cena, que fez o WhatsApp da atriz bombar, acabou ficando mais forte do que estava previsto no roteiro. "Não ia ser tão dramática, era para ser mais suave. Mas o Luiz Fernando acaba mudando tudo, e é muito melhor trabalhar com a surpresa. E eu estava contracenando com o Antonio Fagundes, que já conhecia e admiro bastante. Fiquei muito confortável, procurei fazer da melhor maneira possível", conta.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo