TV e Famosos

Policiais afirmam não terem visto sinais de agressão em mulher de Depp

Reprodução/People
Amber Heard mostra marcas no rosto. Atriz acusa Johnny Depp de violência doméstica Imagem: Reprodução/People

Do UOL, em São Paulo

01/06/2016 16h28

A polícia de Los Angeles entrevistou os dois policiais que atenderam Amber Heard, a mulher de Johnny Depp, na noite em que ela alega ter sido agredida pelo marido.

Segundo o site TMZ,  no depoimento dos oficiais afirmam que foram chamadas à residência do casal por meio de uma ligação do 911 no nome de Heard. Ao chegarem no local, Heard abriu a porta mas não os deixou entrar. Ao ser questionada, ela apenas informou que teve uma discussão com o marido, sem mencionar o nome de Depp.

Após insistirem em entrar no local, Amber declinou ajuda. Os oficiais dizem ter olhado para a atriz de perto o suficiente para afirmarem que ela não estava machucada.

Os policiais também afirmam que se tivessem visto qualquer sinal de machucados teriam reportado aos superiores e teriam tentado prender o marido.

Revista divulga novas fotos

Também nesta quarta-feira (1º), a revista “People” divulgou novas imagens de Amber com o rosto machucado. Heard acusa Depp de violência doméstica. Ela apresentou nesta terça-feira uma denúncia à Polícia de Los Angeles e prestou depoimento. Na sexta-feira passada, a atriz havia comparecido a um tribunal com hematomas no rosto, acusando o ator de agredi-la.

O juiz encarregado do caso, Carl Moor, emitiu uma ordem de restrição contra Depp, a qual o impede de se aproximar da mulher até 17 de junho.

A agressão teria ocorrido no dia 21 de maio. Segundo a atriz, Depp teria jogado um celular em seu rosto após uma discussão no apartamento que dividiam em Los Angeles.

Na "People", fontes ligadas ao casal disseram que o relacionamento do casal era "tóxico" e que eles "brigavam muito". Uma pessoa ligada a Depp afirmou que ele costuma "ficar mal-humorado, difícil e introvertido quando as coisas não estão indo bem em um relacionamento". "Quando ele fica assim, ele pode agir de uma forma grosseira", acrescentou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos

Topo