TV e Famosos

Regina Duarte desabafa em rede social: "Fui vítima de assédio moral"

Reproduçãio/Instagram/reginabduarte
A atriz conta que se envolveu numa briga de trânsito no Leblon, Rio Imagem: Reproduçãio/Instagram/reginabduarte

Do UOL, no Rio

02/06/2016 13h36

Regina Duarte disse que foi vítima de assédio moral durante uma briga no trânsito, no Leblon, Zona Sul do Rio, nesta quarta (1º). Em um desabafo na sua conta no Instagram, nesta quinta-feira, a atriz disse que foi agredida por um "cidadão histérico" por mais de 20 minutos.

"Ontem, no fim da tarde, fui vítima de intolerância num incidente de trânsito. Mais que tudo, me impressiona a agressividade generalizada e a desconfiança reinante. É lamentável que num país em que a corrupção nos altos escalões contamine tudo e as pessoas passem a considerar o desconhecido próximo como mentiroso e ladrão do seu dinheiro e dos seus direitos. Fui vítima de abuso, de assédio moral por mais de 20 minutos na Avenida Visconde de Albuquerque, no Leblon, RJ. Quem pagou o pato dessa agressão foram os cidadãos que não tinham nada a ver com a história e ficaram reféns, presos pelo bloqueio que um cidadão histérico fez. E ocasionou mais de 3 km de congestionamento por mais de 30 minutos", escreveu. Em poucos minutos, a publicação recebeu vários comentários de apoio e críticas dos seguidores da atriz.

Reprodução/Instagram/@reginaduarte
Em seu post, Regina diz ter sido agredida por "homem histérico" por 20 minutos Imagem: Reprodução/Instagram/@reginaduarte
Nos últimos meses, Regina Duarte vem publicando post sobre a atual situação do país. Há três dias, ela escreveu: "Tomara que os brasileiros consigam, através dos políticos que elegeram, não ter que agora pagar, sozinhos, o pato!".

Crítica aos governos do PT, Regina Duarte afirmou que recusaria interpretar a presidente afastada Dilma Rousseff em um eventual trabalho, na TV, no cinema ou no teatro em uma entrevista ao programa "Manhattan Connection", do canal pago GloboNews. A atriz participou de protestos contra a corrupção e o governo Dilma em março.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo