Topo

TV e Famosos

Leopoldo Pacheco entra em "Êta Mundo Bom" para interpretar pai de Candinho

João Cotta/Globo
Ernani (Leopoldo Pacheco) e Candinho (Sérgio Guizé), pai e filho se encontram nos próximos capítulos de "Êta Mundo Bom" Imagem: João Cotta/Globo

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

23/06/2016 20h07

O primeiro encontro entre Candinho (Sérgio Guizé) e Ernani (Leopoldo Pacheco) não vai ter choro e nem um abraço carregado de emoção em "Êta Mundo Bom". O filho de Anastácia chama até a polícia para se livrar daquele homem que chega dizendo ser seu pai. A cena que vai ao ar no dia 7 de julho marca a entrada de Leopoldo Pacheco na novela de Walcyr  Carrasco.

O ator, que participou da primeira fase de "Velho Chico" como o médico Emílio, foi pego de surpresa com o convite da direção da trama das 18h.

"Eu estava escalado mesmo para 'Haja Coração', mas não deu , fiquei de fora e aí veio o convite do Luiz Fernando primeiro e agora  essa oportunidade de entrar na reta final de um sucesso bombado como 'Êta'. Minha participação é pequena, uma semaninha, mas intensa", conta.

João Cotta/Tv Globo
Em "Êta Mundo Bom", Ernani (Leopoldo Pacheco) olha Candinho (Sérgio Guizé) vendendo pipoca, vai em sua direção e diz que é seu pai Imagem: João Cotta/Tv Globo


Gravando de três a quatro cenas por dia, Leopoldo adiantou que além de reconhecer o filho, seu personagem irá correr atras do tempo perdido com Anastácia. "Ele a pede em casamento, mas ela não vai aceitar por causa da paixão por Pancrácio (Marcos Nanini). Meu personagem tem cenas lindas, fortes e bem emblemáticas para o que vem por aí até o final".

A trama está prevista para acabar no final de agosto.

Leopoldo tambem descreveu seu  personagem como um "lorde "que ao descobrir ter um filho não pensa duas vezes em procurá-lo.  Ele até comentou sobre ter a mesma  experiência na vida real. "Acho que todo homem tem essa fantasia de que possa ter um filho no mundo por aí. Que eu saiba, não tenho, mas se tivesse iria procurar muito e claro assumir".

Já reservado para a próxima novela de Glória Perez e sem saber absolutamente nada sobre o personagem, Leopoldo disse que anda muito feliz com os trabalhos na Globo desde que voltou à emissora."Tenho feito personagens diferentes e isso me mantém empolgado e a não conseguir dizer não aos convites. Emendei um trabalho no outro nos últimos tempos, mas está tudo ótimo", comemora.

O ator, que está em cartaz com a peça "Para tão longo Amor", ao lado de Regiane Alves,  na cidade de São Paulo, também falou sobre como tem sido contracenar com Sérgio Guizé, o Candinho e Eliane Giardini, a Anastácia . "Estou bem em cena, né?  Bem amparado!!!", brincou.

"Conheço o Leopoldo há bastante tempo e ele é um ator muito concentrado antes das gravações. Nós ensaiamos antes essa cena do primeiro encontro para ficar bem bacana, bem verdadeira porque tem várias reações como surpresa por um pai aparecer do nada, desconfiança porque pode ser mais uma pessoa querendo se aproveitar da situação  e esperança que aquele ali seja mesmo o homem que ele tanto procura. Está sendo uma honra esses dias ", finalizou Guizé.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos