TV e Famosos

Liberal no sexo, rei de "Terra Prometida" viverá relação aberta com Kalesi

Munir Chatack/Record
Marek e Kalesi vão ter relações com outras pessoas na novela Imagem: Munir Chatack/Record

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

13/07/2016 07h30

Vaidoso, prepotente e sádico, mas liberal quando o assunto é sexo. Detestável como todo bom vilão, o rei Marek, interpretado pelo ator Igor Rickli em "A Terra Prometida", tem com sua rainha Kalesi (Juliana Silveira), uma trama forte que será explorada muito distante dos campos de batalha dos arredores das muralhas de Jericó.

"A relação deles com o sexo é muito banal e a relação dele com a rainha Kalesi é muito interessante. Ele permite que ela tenha outros homens na frente dele e que a própria Kalesi traga mulheres para ele. Quero saber como vai ser a reação das pessoas", diz o ator. Ele conta que as cenas de promiscuidade do casal deverão ser mostradas com rigor, para não assustar o público da novela bíblica. "É sempre com muito cuidado porque são temos polêmicos, mas fica claro que eles têm uma relação aberta. Não é um tabu para os personagens", afirma.

A cumplicidade do rei e sua rainha, no entanto, será ameaçada justamente no ponto em que ambos não tinham problemas até então. Nos bastidores do poder, a senhora das serpentes, como Kalesi é conhecida, se deixa envolver por outra pessoa. "Ela se apaixona por um personagem, e isso não estava no acordo. Aí gera atrito e o rei fica louco", declara Rickli.

Na vida real, o ator acredita que é possível manter um relacionamento aberto desde que haja respeito. "Acho um pouco difícil [para eu aceitar], mas conheço pessoas que vivem dessa forma e não é impossível. Desde que tudo seja acordado e tratado com respeito não vejo mal algum. Mas é um pouco difícil de administrar porque o ser humano é complexo", diz.

"Não dá para matar pai toda hora"
Dono de um império que acredita ser imbatível, Maleki vê sua fortaleza vir abaixo quando as muralhas de Jericó tombam perante o exército de Josué. A cena deve ir ao ar perto da metade da novela, por volta do capítulo 60. Igor Rickli acredita que a cena até agora é uma das mais marcantes que ele já gravou.

"Ele dá um grito [antes das muralhas ruírem]. Você tem que trazer toda uma intensidade daquele momento de derrocada, que tudo no que acreditava vai por água abaixo. Foi um momento bem exaustivo de fazer e muito legal", relembra.

O ator explica que trabalhou principalmente a respiração para que atingisse o desempenho esperado: "Busco muito na respiração. A grande base está na respiração. Faço muitos exercícios [de respiração], porque não dá pra ficar matando pai e mãe toda hora na cabeça. Comigo pelo menos não funciona muito".

Rei do set: "A vida é injusta"
Contratado pela Record apenas para "A Terra Prometida", Rickli diz que nas gravações sente-se verdadeiramente como um rei.

"Dá pra tirar onda, brincar, sentar no trono. Todo mundo está em pé e você sentado, horas esperando. A vida é injusta porque quem faz rei tira onda, ganha uma folguinha", diverte-se. "O rei de verdade não precisa gritar toda hora. É legal perceber esse jogo com os outros atores. Porque você tem que ganhar os outros colegas de cena", comenta.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo