TV e Famosos

Criador de Luke Cage: "O mundo está pronto para um negro à prova de balas"

Beatriz Amendola

Do UOL, em San Diego (EUA)

22/07/2016 00h41

A Netflix finalmente estreou na San Diego Comic-Con, nesta quinta-feira (21), com um painel da série "Luke Cage", nova parceria do serviço de streaming com a Marvel. E o criador da série, Cheo Coker, acredita que esse acordo vem em um bom momento.

"O mundo está pronto para um homem negro à prova de balas", disse Coker ao público. Ele lembrou que "não há muitos heróis negros" e que esse foi um dos motivos para ele ter uma conexão com o herói. "Quando eu tinha uns 8, 9 anos, Luke se destacou. Não só porque era negro, mas também porque era divertido e forte. Sempre tive uma conexão especial com ele".

Alfre Woodard, que fará a política nova-iorquina Mariah Dillard, elogiou o estilo realista da série e o retrato que ela faz do Harlem, bairro de Nova York com população predominantemente negra. "Nós entendemos a importância cultural da série. Tudo o que fez o Harlem ser o que é hoje, está lá. O universo da Marvel é construído de forma tão realista que você vai se sentir no Harlem. Só não espere ter um cara bloqueando balas quando você passar por lá", brincou.

Coker definiu o tom da série como "direto, divertido e com um clima dos anos 1990". Ele escolheu por nomear a cada um dos 13 episódios com uma música de rap. "Queria que a temporada fosse como um álbum. Hoje em dia, com o streaming, a única vez que nós temos essa experiência [como curtir um álbum inteiro] é assistindo a uma série em maratona. Tudo fica conectado".

Cenas inéditas

Para marcar o painel, foram exibidas diversas cenas da nova produção --que já promete muita ação é um retorno ao blaxploitation, gênero de cinema que surgiu nos anos 1970 com foco no público negro.

Nas cenas exibidas na Comic-Con, Luke (Mike Colter) mostra toda sua invencibilidade: ele resiste a tiros, socos e ainda faz piada com os inconvenientes da sua condição. "Você tem extra grande?", diz ele ao pegar uma camiseta depois de ter a sua roupa completamente perfurada por balas.

Mas nem só de ação vive o herói. Ele também apareceu em uma cena sensual com a detetive Misty Knight (Simone Missick), que levou parte do público a se perguntar o que aconteceu com o romance dele com Jessica Jones (Krysten Ritter), exibido na série da heroína.

"Luke tem seus próprios problemas, e ele não se preocupou em revelar muito [em 'Jessica Jones'] porque ele não queria se envolver com os problemas dela", disse Colter.

Quem também teve destaque nas cenas exibidas foi o vilão Cornell "Cottonmouth" Stokes (Marheshala Ali). Ele apareceu em momentos de fúria: quebrando objetos em sua casa e batendo em um sujeito que lhe deve dinheiro.

A série "Luke Cage" estreia em 30 de setembro na Netflix.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo