TV e Famosos

Novo MacGyver "ensina" a escapar de prédio com fósforo e bomba para asma

James Cimino

Colaboração para o UOL, em San Diego (EUA)

22/07/2016 12h16

Depois das “Caça-Fantasmas”, outro “reboot” que deve despertar o amor (e o ódio) dos saudosistas dos anos 1980 é a volta daquele que fazia uma bomba com um chiclete mastigado e um pedaço de fita crepe: “MacGyver”.

Desta vez, quem interpretará o papel é o ator Lucas Till, o Alec Summers da segunda trilogia de “X-Men”. Ele e os produtores da série conversaram com a reportagem do UOL durante a San Diego Comic-Con 2016 e explicaram como vão fazer para convencer os novos telespectadores, com todo o acesso à informação que se tem hoje, de que os experimentos do herói são críveis.

O produtor executivo James Wan, que traz no currículo sucessos como “Invocação do Mal” 1 e 2, e seu parceiro Peter Lenkov disseram que a essência da série antiga será mantida:
“MacGyver é um cara muito habilidoso, daqueles que pensa antes de agir e que usa a violência apenas como último recurso. Também ele será aquele misto de Indiana Jones com Gambit, e a série vai manter seu status global, apresentando aventuras em diferentes partes do mundo”, disse Lenkov.

“Queremos mostrar para o novo público, que tem fácil acesso à internet, que é possível ter um herói analógico. E é isso que eu amo no personagem. Em um mundo digital, MacGyver continuará analógico. Hoje as séries mostram que tudo pode ser facilmente resolvido com um computador, mas nosso show vai focar especialmente no pensamento criativo. A resolução de problemas com tecnologias diferentes, ferramentas não convencionais basicamente seu cérebro. Ele será o anti ‘Mr. Robot’”, brinca Wan.

Questionados se o show estava sendo escrito para as audiências passadas ou para as novas, o produtor executivo disse ainda que “foi preciso conhecer o público da série original” para atender tantos os saudosistas quanto os eventuais novos fãs.

“Ele é um herói que só se utiliza de violência em último caso. Em um mundo tão violento quanto o que vivemos hoje, fico feliz de poder escrever um personagem de ação que usa seu cérebro antes de uma arma. O nome MacGyver virou sinônimo de criatividade. Deveria estar em um dicionário. Deveria ser um verbo”, completa.

Sobre qual o experimento mais absurdo de que o novo MacGyver irá se utilizar na nova série, os produtores contam que ele irá parar um jato levantando voo apenas usando um canivete. “É absurdo, mas é totalmente possível.”

Lucas Till, que afirma ter visto apenas alguns episódios de “MacGyver” quando criança, afirma que tem tentado pesquisar assistindo a alguns episódios de madrugada, quando sai das gravações.

“Eu dou umas pescadas e acabo acordando em momentos cruciais, como uma cena em que ele diz que, na China, os pais dizem para a criança mais linda que ela é feia, para que ela não cresça se achando o máximo. Logo em seguida aparece ele tentando seduzir uma mulher e dizendo: ‘Se eu estivesse na China, eu seria obrigado a dizer que você é a mulher mais feia do mundo’. Nessa brincadeira já vi duas temporadas e meia.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos

Topo