TV e Famosos

Na Comic-Con, autor defende mudanças na adaptação de "Preacher" para a TV

Beatriz Amendola

Do UOL, em San Diego (EUA)

23/07/2016 00h55

A HQ "Preacher" ganhou uma adaptação para a TV neste ano, e as mudanças pelas quais a trama teve de passar nas telinhas chamaram a atenção dos fãs. Mas o autor da história original, Garth Ennis, defendeu as alterações durante o painel da série na San Diego Comic-Con, nesta sexta-feira (22).

"Percebi que eles iam ter que mexer com o livro e tudo bem. Eu disse para eles 'vocês vão ter que mudar para manter o espírito'", afirmou ele, que ainda disse que "ama a forma como eles resolveram problemas dos quadrinhos".

Seth Rogen, que produz a adaptação ao lado de Evan Goldberg, sua dupla em "Superbad", explicou o motivo das mudanças feitas por ambos. "Se fizéssemos uma adaptação literal, não teria material suficiente para as 15 temporadas que queremos fazer. Você percebe que você tem que mudar algumas coisas, o personagem, o tom...".

Entre as mudanças, ele destacou a relação de Jesse (Dominic Cooper) com Deus e o espaço dado aos coadjuvantes. "Queríamos fazer a relação dele com Deus mais pessoal, nós quadrinhos ele não está emocionantemente investido nisso. Falamos muito disso".

O produtor ainda disse esperar que a adaptação incentive estúdios a investirem em mais versões de HQs consideradas "inadaptáveis", como foi o caso de Preacher, e que o próprio público veja mais o que eles optaram por colocar, e não o que mudaram: "Temos uma lista de tudo o que queremos colocar. Acho que no fim do dia as pessoas vão ficar impressionadas com o que conseguimos incluir dos quadrinhos, e não o que mudamos".

"Desespero"
Protagonista, o ator Dominic Cooper disse que ficou "desesperado" para interpretar o personagem. "Eu já era fã, e sabia o que o personagem significava para essas pessoas. Eu estava desesperado para fazer. Foi uma jornada incrível de descoberta. Há uma personalidade do personagem e os fãs já têm uma ideia de como ele era. Estou constantemente aprendendo".

O veterano Graham McTavish também confessou ter ficado ansioso pelo papel, já que era fã dos livros. "Eu estava desesperado para fazer parte da série. Você se sente responsável por honrar o material original. Eu tenho muito orgulho, estou muito feliz por ter me envolvido nesse trabalho".

Ruth Negga, a Tulip, foi outra que se mostrou animada com a série. "Não houve hesitação. Eu meio que fiz campanha pelo papel. Eu a acho emocionante. Eu gosto de ver uma mulher que pode ser tão sombria e ao mesmo tempo tão divertida".

O painel ainda contou com uma leitura do nono episódio da série, que vai ao ar neste domingo nós Estados Unidos. Recheado de spoilers para os fãs, ela foi muito aplaudida em certos trechos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo