TV e Famosos

Nova temporada de "Sherlock" é "mais sombria"; teaser sugere volta de vilão

Beatriz Amendola

Do UOL, em San Diego (EUA)

24/07/2016 15h32

Após três anos de espera, "Sherlock" irá retornar para a sua quarta temporada em 2017. E os fãs podem esperar fortes emoções, de acordo com os atores Benedict Cumberbatch e Amanda Abbington, a Mary Watson. 

"É uma montanha-russa emocional. Mas há ótimas piadas", disse o protagonista durante o painel da série na San Diego Comic-Con 2016, neste domingo (24). 
 
Já Amanda a definiu como "devastadora": "É a mais sombria. Eles [os criadores] foram impressionantes chocantes, como sempre". 
 
O criador Steven Moffat definiu a temporada como "terminal", mas depois disse aos fãs que nunca afirmou que a quarta temporada seria a última. "Não vamos fazer uma quinta temporada, mas vamos fazer uma sexta", brincou.
 
O teaser divulgado durante o painel da série na Comic-Con (assista acima) sugere a volta do vilão Moriarty, dado como morto na segunda temporada.
 
Para não dar spoilers, os atores e os criadores Moffat e Mark Gatiss não revelaram mais nada da temporada – que termina de ser filmada em duas semanas –, mas entregaram que foi difícil filmar com o cão que aparece ao lado de Sherlock na primeira foto oficial da nova temporada. 
 
Divulgação
Cumberbatch contracena com cão em imagem da 4ª temporada de "Sherlock" Imagem: Divulgação
Segundo Cumberbatch, o animal, um bloodhound, simplesmente não se mexia para fazer as cenas. "Foi o melhor que conseguimos, para uma cena em que Sherlock tinha de ser arrastado por Londres por um cachorro. Já é difícil fazer Sherlock no meio de Londres, e aí você tem uma peça de concreto grudada na coleira". 
 
Amanda também enfrentou contratempos com um dos bebês que, na trama, é seu filho com Watson. "Eu estava com uma blusa azul marinho e ela, ou ele, vomitou em cima de mim. É muito difícil fazer uma cena carregando os bebês". 
 
Mudanças no personagem?
Metódico e com traços de sociopatia, o Sherlock de Cumberbatch é pouco dado às relações humanas. Mas o ator acredita que isso possa mudar. "Ele tem que se conectar com alguém. Até para entender as pessoas melhor, para o trabalho. Há o elemento prático de ser parte do mundo que você quer entender", disse ele, acrescentando que a amizade dele com Watson é genuína. 
 
Cumberbatch ainda classificou Sherlock como "mais estranho que o Dr. Estranho", personagem da Marvel que levará aos cinemas este ano. "Estranho busca o controle por meio do trabalho, mas ele é um homem sensorial. E Sherlock tenta reprimir seus apetites para focar no seu trabalho. Um é muito inglês, e o outro, muito americano".
 
Abonimable Bride
O especial de Natal lançado no começo do ano, "Abonimable Bride" também se tornou tema do painel. Cumberbatch aprovou a experiência de levar o personagem para a era vitoriana – era em que se passam as histórias escritas por Arthur Conan Doyle. "Eu fiquei muito feliz com o Sherlock vitoriano. É muito mais fácil deixar o cabelo puxado para trás", brincou. 
 
"Ele é um verdadeiro vitoriano, mas eu queria que ele fosse mais duro, mais cruel, mais enigmático, mais educado. Foi divertido fazer isso", completou. 
 
Apesar da boa repercussão do especial, Gatiss descartou a possibilidade de fazer outros episódios em outras épocas. "Era a época que podíamos fazer, à época do material original", explicou.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo