PUBLICIDADE
Topo

TV e Famosos

Com sotaque, Adriana Lima explica que carreira de modelo não é só glamour

Adriana Lima diz que carreira de modelo não é só glamour - Reprodução/Instagram @adrianalima
Adriana Lima diz que carreira de modelo não é só glamour Imagem: Reprodução/Instagram @adrianalima

Do UOL, em São Paulo

05/08/2016 11h46

Uma das principais top models no mundo, Adriana Lima, 35, rebateu na manhã desta sexta-feira (5) o estereótipo de que a carreira de modelo só tem glamour. Com sotaque americano, ela explicou que o seu trabalho, na verdade, é igual o de qualquer pessoa. A modelo está no Brasil para participar da cobertura dos Jogos Olímpicos.

"As pessoas pensam que é só glamour, mas o meu trabalho é como se fosse igual o de qualquer outra pessoa", disse ela durante o programa "Encontro com Fátima Bernardes", da Globo.

Questionada, Adriana Lima disse que foi um pouco complicado no começo da carreira, aos 16 anos, mas que o apoio de sua família foi fundamental. "Como não falava em inglês ao chegar em Nova York (...), o bom é que as coisas negativas eu não entendia", brincou ela. "Mas a gente sente muita saudade do Brasil, da família, dos amigos, da comida, de tudo", admitiu.

A top model foi escalada para ser repórter de cultura e gastronomia da gigante NBC, rede americana e principal detentora dos direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos. Ao lado de outra top model, Alessandra Ambrosio, Lima fará a cobertura para o canal sempre no período da noite, em um programa especial que terá como âncora o apresentador Ryan Seacrest.

Adriana Lima é modelo há quase duas décadas e famosa pelos trabalhos realizados para a Victoria's Secret. A top nasceu em Salvador, na Bahia, mas vive em Nova York há 19 anos. É a segunda modelo mais bem paga, no mundo, e tem duas filhas -- Valentina e Siana.

TV e Famosos