TV e Famosos

Suplicy diz que "teria ficado muito triste" se Angelina Jolie o deixasse

Edson Lopes Jr./UOL
O ex-senador Eduardo Suplicy comenta fim de casamento de Angelina Jolie e Brad Pitt no Facebook Imagem: Edson Lopes Jr./UOL

Do UOL, no Rio

20/09/2016 14h28

O ex-senador Eduardo Suplicy lamentou o fim do casamento de Angelina Jolie e Brad Pitt e contou como ficaria se estivesse no lugar do ator, já que foi a atriz que deu entrada no pedido de divórcio.

"Uma das mais lindas, progressistas e corajosas atrizes, Angelina Jolie separou-se do excelente ator Brad Pitt. Puxa vida. Eu teria ficado muito triste se ela tivesse me deixado", escreveu ele em seu Facebook na tarde desta terça-feira (20).

Vários internautas comentaram na postagem dele relembrando e brincando com o fim do casamento dele com Marta Suplicy, em 2001, após 36 anos juntos.

"Mas como quem te deixou foi a Marta, você ficou feliz né... Quem não ficaria...", escreveu Mayara Alves.

"Gostei de ver... Bom gosto, hein Suplicy? Ainda dá tempo, meu caro, corre atrás deste sonho... Ela tem bom gosto também, e quem sabe? Como dizemos aqui no Amazonas, você ainda dá uma caldeirada esperta visse?", disse a internauta Maria das Graças Angelo Mafra.

Após mais de dez anos, chegou ao fim a união de Brad Pitt e Angelina Jolie. A atriz foi quem pediu o divórcio, de acordo com um de seus advogados.

"Essa decisão foi tomada pelo bem-estar da família. Ela não irá comentar, e pede que a família tenha privacidade neste momento", disse o advogado Robert Offer à agência Reuters.

De acordo com o site TMZ, o motivo foi uma divergência em relação aos seis filhos do casal -- Maddox, 15, Pax, 12, Zahara, 11, Shiloh, 10, e os gêmeos Knox Leon e Vivienne Marcheline, 8. A publicação citou uma fonte próxima ao casal que informou que Jolie estava "extremamente chateada" com a forma como Pitt cuidava dos filhos.

Outra fonte ouvida pelo TMZ afirmou que Jolie sentia que Pitt podia representar um risco às crianças, por abusar da maconha e do álcool e ter problemas para lidar com a raiva.

A atriz deu entrada no pedido de divórcio na última segunda-feira (19), alegando "diferenças irreconciliáveis". Ela está pedindo à Justiça para ficar com a custódia física dos filhos. Caso o juiz acate o pedido, as crianças irão morar com a atriz, mas Pitt ainda terá direito de visitá-las e de participar das decisões referentes a elas.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo