TV e Famosos

Kim Kardashian é assaltada à mão armada em Paris

Do UOL, em São Paulo*

03/10/2016 07h34Atualizada em 03/10/2016 16h51

A estrela da TV e socialite Kim Kardashian foi assaltada à mão armada na madrugada desta segunda-feira (3) em uma residência hoteleira de luxo em Paris, na França. Os criminosos, disfarçados de policiais, roubaram joias avaliadas em 9 milhões de euros (aproximadamente 33 milhões de reais).

"Ela está muito abalada, mas fisicamente ilesa", afirmou a porta-voz de Kardashian em Nova York.

Em declaração oficial, o Ministro do Interior francês que cinco homens ameaçaram o concierge da residência com uma arma, o algemaram e o forçaram a abrir a porta. Dois dos homens conseguiram entrar no quarto onde Kardashian estava. Ela foi trancada em um banheiro enquanto os ladrões levavam dois celulares e joias, incluindo um anel de 4 milhões de euros e uma caixa de joias de 5 milhões. 

AKM
Foto de Kim tirada dois dias antes do roubo. Segundo a agência AKM, este seria um dos aneis roubados da socialite Imagem: AKM

Os ladrões também levaram mil euros em dinheiro e uma bolsa, afirmou a emissora francesa BFM. 

Ninguém ficou ferido durante o assalto, e os ladrões não chegaram a disparar tiros na residência, segundo o Ministério do Interior.  Os filhos de Kim e Kanye, North e Saint, não estavam presentes no momento do ocorrido.

De acordo com o TMZ, Kardashian disse a pessoas próximas que o incidente foi "o pior momento de sua vida". O site ainda informou que ela chegou a ser amarrada pelos criminosos e pediu que eles poupassem sua vida, por ter dois filhos pequenos. Depois que os homens foram embora, ela conseguiu se soltar e pedir ajuda. 

A polícia francesa abriu investigação para apurar o caso. A socialite deixou o país após prestar depoimento. 

A prefeitura de Paris disse nesta segunda-feira que fazia todo o possível para deter os autores deste assalto, e a prefeita, Anne Hidalgo, declarou que o incidente não reflete as condições de segurança na capital francesa.

O assalto foi "um ato isolado que ocorreu em um local privado", disse Hidalgo em um comunicado, acrescentando que os turistas "podem vir à capital francesa visitá-la e relaxar em boas condições de segurança".

A prefeita afirmou ainda que acredita que a polícia "identificará e deterá rapidamente" os cinco ladrões que roubaram Kardashian.

"O que aconteceu foi uma infelicidade, e os responsáveis devem ser punidos severamente", disse o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Marc Ayrault, ao canal TV5 Monde. "Estamos totalmente mobilizados para garantir a segurança de todo o povo francês, assim como de todos que visitam a França, e em particular dos turistas."  

Após o susto, Kim desembarcou em Nova Jersey para se encontrar com Kanye West.

AKM-GSI
Após assalto, Kim Kardashian retorna a Nova York e é recebida pelo marido, Kanye West Imagem: AKM-GSI


Ela foi acompanhada de Kris Jenner, Corey Gamble e cercada de seguranças. Kim e Kanye seguiram para o apartamento da família em Nova York.

Antes do assalto 

Kardashian estava em Paris para acompanhar a Semana de Moda, acompanhada da mãe, Kris Jenner, e das irmãs Kourtney e Kendall. No domingo, ela compareceu aos desfiles de Balenciaga e da Givenchy, aos quais assistiu da primeira fila. 

Depois do desfile, ela retornou para a residência de luxo, quando "dois homens armados e vestidos como policiais" entraram no local e apontaram uma arma contra a americana, informou sua porta-voz.

Nesta segunda-feira, um grupo de jornalistas e curiosos se reuniu diante da residência de luxo no bairro de Madeleine.

"Há apenas estrelas aí dentro. Kanye West, Jay Z. Kim Kardashian está aí há uma semana, a vejo entrar e sair", disse o funcionário de um bar próximo.

O conjunto de apartamentos de Paris é um edifício discreto atrás da igreja de La Madeleine, que tem várias entradas secretas e é frequentada por personalidades do cinema e da música que pagam até 15 mil euros por pernoite.

Uma fonte da polícia disse que os agressores fugiram de bicicleta.

Kanye encerra show

Em Nova York, o marido da socialite, o rapper Kanye West, se apresentava no festival The Meadows quando disse que tinha uma "emergência de família" e  encerrou a apresentação, faltando 20 minutos para seu fim. O momento pode ser visto no vídeo abaixo, em inglês. 

O festival se pronunciou por meio de uma nota oficial: "Devido a uma emergência familiar, Kanye West foi forçado a terminar sua apresentação já no final de seu set. Nós apreciamos o ótimo show que ele bolou para os fãs encerrarem o primeiro Meadows Festival. Nossos pensamentos estão com West e sua família". 

*Com informações das agências AFP e Reuters

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo