TV e Famosos

Ator que fez Cabeção recorda saída de "Malhação": "Estava perdendo a graça"

Divulgação/Viva
Sérgio Hondjakoff em sua última temporada de "Malhação" como Cabeção, em 2005 Imagem: Divulgação/Viva

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

04/10/2016 07h00

O canal pago Viva relançou na última semana a temporada de 2005 de "Malhação", marcada pela despedida de Cabeção, que ficou durante seis anos e é o personagem mais duradouro da novela teen da Globo. Também é o papel mais conhecido de Sérgio Hondjakoff, que até hoje ainda lembra com detalhes a emoção de dar adeus ao trabalho que lhe deu fama.

"Esperava uma cena com muita gente e que tivesse emoção. No Gigabyte [lanchonete de 'Malhação'] nem lembro se consegui ficar emocionado porque estava nervoso para lembrar o texto. Outra cena simbólica foi quando o Cabeção descobriu o dom de palhaço no circo", recorda o ator ao UOL.

Ex-ator mirim (trabalhou com Chico Anysio e Angélica), Hondjakoff entrou em "Malhação" em 2000. Após seis temporadas, foi ele quem pediu para sair da trama. "Achava que estava perdendo a graça", diz o ator, que na época se preocupou com o futuro do personagem bem-humorado com a troca de dramaturgos da novela.

"Decidi sair de ‘Malhação’ no final do ano [2005] pela peça 'Jovem Estudante Procura' e porque João Brandão e outros autores saíram. Ele escrevia as cenas mais engraçadas do Cabeção, já estava acostumado, tinha aquela manha. As cenas poderiam não ficar tão engraçadas", relembra.

Depois que anunciou à direção da novela que deixaria "Malhação", uma despedida foi organizada para homenagear Cabeção. Na época, ele se apaixonou por uma trapezista, descobriu seu talento como palhaço e viajou com o circo dela.

Reprodução/TV Globo
Despedida de Cabeção (Sérgio Hondjakoff) em "Malhação" (2005) Imagem: Reprodução/TV Globo
Sérgio, que até hoje é chamado de Cabeção, também quis deixar a novela porque não gostava de ser ator de apenas um personagem. "Na época eu achava ruim, em 2006 eu queria tentar mudar, ir para outra vertente, tentar ficar mais galã, só que nunca fiz um personagem com tanto humor como o Cabeção", lamenta.

Após "Malhação", Hondjakoff fez duas novelas ("Pé na Jaca" na Globo e "Bela, a Feia", na Record) e duas séries ("Toma Lá Dá Cá" e "Casos e Acasos", ambas da Globo). Participou do "Vídeo Show" e do "Pânico na Band" e até se arriscou cantando funk, porém nunca retomou o sucesso de "Malhação".

Hoje, aos 32 anos, Sérgio está no elenco de um curta-metragem e planeja retornar aos palcos: "Sinto saudade de fazer teatro. Tenho sonho de fazer uma peça infantil em breve. Muita gente que via 'Malhação' na minha época hoje tem filho pequeno".

José Loreto em dose dupla e Fernanda Vasconcellos

Apesar da despedida de Cabeção, a temporada de 2005 de "Malhação" lançou novos atores. Fernanda Vasconcellos, atualmente em "Haja Coração", e Thiago Rodrigues fizeram o par romântico Betina e Bernardo, e Joana Balaguer deu vida à vilã Jaque.

José Loreto, que hoje atua em "Haja Coração", interpretou dois personagens em sua primeira novela na Globo: Marcão, jovem gente boa do bordão "Eu acho, na minha opinião", e seu "sósia" Paulão.

"Malhação 2005" também foi a última em que "Te Levar", música do Charlie Brown Jr., embalou a abertura do início ao fim da temporada. Em 2006, foi trocada por outra canção da banda, "Lutar pelo que é Meu".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo