TV e Famosos

"Serei um corno racional", diz José Mayer sobre vilão em "A Lei do Amor"

Reprodução/Gshow
José Mayer será o vilão Tião Bezerra Imagem: Reprodução/Gshow

Gisele Alquas

Do UOL, em São Paulo

05/10/2016 07h00

De pegador a alienado e de machão a homossexual, José Mayer agora interpreta seu primeiro vilão, em "A Lei do Amor", que estreou nesta segunda-feira (3), no horário nobre da Globo. Casado com Helô, personagem de Claudia Abreu, Tião Bezerra é um poderoso empresário do mundo dos negócios que gosta de ter tudo sob seu controle. Ele será traído pela mulher com Pedro, interpretado por Reynaldo Gianecchini, mas mesmo sabendo da mentira da parceira, Tião saberá administrar a traição de maneira civilizada.

"Eu serei um corno bem racional, que saberá manter o controle, o que é exemplar no Brasil hoje em dia, não é?", conta José Mayer ao UOL, com um largo sorriso no rosto.

O ator explica que as maldades de Tião Bezerra podem ter relação com o seu passado. "O Tião é um rapaz nascido da carência de tudo, sem amor da mãe e da mulher que ele gostava. Por conta disso, acaba tendo muito autocontrole e um imenso amor pela família. Mas sofrerá calado com a indiferença da esposa."

O Tião do passado é vivido por Thiago Martins e será apresentado ao público nesta sexta. Mayer diz que foi ele quem pediu para a direção da novela encontrar um ator para interpretá-lo na juventude.

"Eles queriam que eu fizesse as duas fases, iriam me rejuvenescer, veio até um maquiador dos bons de Los Angeles, mas eu falei que não iria funcionar e também não achei interessante. Merecia um intérprete jovem, e foi ótimo", explica o ator, que gostou da escolha de Thiago Martins. "Ele tem tudo a ver comigo, é inteligente, esforçado. Nos encontramos e definimos os caminhos do personagem, de colocar essa humanização do vilão com uma proposta interessante"

"Já sou um velhote”

José Mayer tem 30 anos de carreira e conquistou fama de pegador graças a seus personagens cafajestes, sedutores e cavalheiros em novelas e minisséries. Mas o ator garante que esta fama já passou. "Olha para mim? Acabou. Já sou um velhote. Essa sedução toda agora é mais ligada a juventude", disse, os risos.

Segundo Mayer, interpretar um vilão exige muita concentração e texto para decorar. "Estava desacostumado. Mas tomo Ômega 3 para me ajudar a decorar. E me inspiro nos atores que admiro e que são devotados ao trabalho, como era Marília Pêra, como é Fernanda Montenegro e Paulo José", afirma. "E criei meu estilo. O Fagundes tem o jeito 'fagundiano' de atuar que é só dele, e eu tenho o meu", complementou o veterano.

Com direção artística de Denise Saraceni e direção geral de Natália Grimberg, "A Lei do Amor" ainda terá no elenco da próxima fase Claudia Raia, Tuca Andrada, Ricardo Tozzi, Humberto Carrão, Mila Moreira, Otavio Augusto, Isabella Santoni, Alice Wegmann, Maria Flor, Pierre Baitelli, Regiane Alves, Heloísa Perissé, Emanuelle Araújo, entre outros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo