TV e Famosos

Padroeira dos famosos: Aparecida reúne itens de artistas no Santuário em SP

Felipe Pinheiro

Do UOL, em Aparecida (SP)

12/10/2016 07h30

A jaqueta vermelha com detalhes e ombreiras de franjinhas dourados pendurada em uma ampla vitrine salta aos olhos de quem sabe intuitivamente que não se trata daquele famoso traje de soldadinho de chumbo de loja de fantasia que lembra a usada pela guarda real britânica. Quem um dia foi baixinho da mais famosa apresentadora infantil nos anos oitenta e noventa sabe que só pode se tratar de um uniforme de paquita. Mas por que a peça está exposta em um enorme saguão no subsolo do Santuário Nacional de Aparecida, no interior de São Paulo?

Roosevelt Cássio/UOL
Ayrton Senna tem réplica de capacete e luvas expostos na Sala das Promessas; lugar é o segundo ponto mais visitado do Santuário de Aparecida Imagem: Roosevelt Cássio/UOL
Passagem quase obrigatória dos romeiros que vão até a basílica construída em homenagem à padroeira do Brasil, que tem seu dia oficialmente comemorado nesta quarta (12), a Sala das Promessas – popularmente conhecida como Sala dos Milagres –, é testemunho vivo, para os fiéis, do poder de Aparecida. O local reúne uma coleção infindável de itens que só fica atrás em número de visitantes do nicho protegido por vidro blindado que acomoda a santa que é símbolo da fé católica no país.

No acervo repleto de materiais como fotografias, réplicas em cera, diplomas de universidades, roupas e cartas de fiéis anônimos, estão dispostos, também, itens de famosos como o da ex-paquita e atriz Juliana Baroni. Eles são chamados de ex-votos e representam as graças alcanças por intermédio da santa retirada das águas do rio Paraíba há quase 300 anos. "Ali existe o testemunho de todos aqueles fiéis que conseguiram tantas graças e bênçãos de Deus através de Nossa Senhora. São peças de madeira, de cera e tantos objetos, até casinhas de quem conseguiu comprar sua casa própria e diplomas de quem conseguiu se formar, que manifestam o carinho do povo a Deus e à Nossa Senhora", explica o padre Padre Carlos Artur.

Alguns ex-votos, como é o caso de Baroni, são entregues não exatamente pelo cumprimento de uma promessa.  “Quando eu deixei de ser paquita, a minha mãe teve a iniciativa de deixar uma das roupas originais lá como forma de agradecimento por eu ter sido escolhida e, em seguida, por ter arrumado um trabalho em uma novela. Desde então, eu não parei de trabalhar. Não foi uma promessa, mas um agradecimento mesmo”, conta a atriz que atualmente está no ar na novela “Cúmplices de um Resgate”, no SBT.

O figurino marcante que ela usou em shows e programas ao lado de Xuxa Meneghel ganhou significado especial desde que passou a fazer parte da Sala das Promessas. A conexão da peça com grande parte dos fiéis, ela sabe, é imediata. “Imagina quantas pessoas me assistiram com aquela roupa, a quantidade de alegria que levamos para casas de tantas crianças? Isso é uma onda de energia que se propaga e continua. A roupa tem vida, energia, história, suor, lágrimas... Acho que as pessoas que passam por ali sentem algum tipo de emoção quando veem não só a minha roupa, mas aqueles objetos todos”, afirma.

Além do uniforme de paquita, o lugar abriga muitos outros itens de fieis famosos em agradecimento à santa-padroeira. Vestidos usados pelas misses Natália Guimarães e Debora Lyra, uma imagem da santa deixada pelo humorista Renato Aragão, uma réplica do joelho do ex-atacante Ronaldo Fenômeno, após ter sido artilheiro da Copa de 2002, um capacete do piloto Ayrton Senna e uma camiseta de Romeo, filho do apresentador Marcos Mion, estão entre os itens depositados na Sala das Promessas. 

As doações de famosos, acredita o padre Carlos Artur, servem de inspiração para os fiéis que vão ao Santuário. "Faz com que o povo identifique que aquelas pessaos tão grandes e famosas no nosso meio são pessoas também de fé, que creem em Deus e buscam o auxílio de Nossa Senhora. Isso ajuda as pessoas a terem uma confiança maior na graça de Deus", diz o sacerdote.

Vestidos da gratidão
A atriz Klara Castanho, de 16 anos, tem duas peças expostas ali: um vestido listrado e outro rosa claro, um deles usado quando interpretou a personagem Paulinha em "Amor à Vida", de 2013. Assim como o uniforme de paquita de Baroni, simbolizam o sentimento de gratidão pela santa. 

Roosevelt Cássio/UOL
Vestido cor de rosa da atriz Klara Castanho na Sala das Promessas, em Aparecida Imagem: Roosevelt Cássio/UOL
“A ideia inicial foi da minha mãe, de levá-los em forma de agradecimento. Já a ideia de expor, foi um presente do pessoal que trabalha por lá. Vários e vários pedidos já foram atendidos... Um novo trabalho, a cura do câncer do meu avô, a ajuda em épocas de prova, ou qualquer época importante na minha vida; ela, Nossa Senhora Aparecida, sempre esteve presente”, diz Castanho.

De família católica, a atriz mirim -que tem emendado praticamente um trabalho no outro desde sua estreia no seriado "Mother" (GNT), com apenas 6 anos- perdeu as contas de quantas vezes esteve no Santuário. Para ela, o lugar transmite paz e emana uma força que abastece as energias. "A cada vez que vamos à Sala das Promessas é uma emoção e uma alegria muito grande! Não só da minha família, mas de pessoas próximas que vão, veem os vestidos e me mandam foto, comentam e transmitem mais energia positiva", diz ela, que também cita peças como uniformes de jogadores de futebol, de políciais e bombeiros como símbolos do poder de Nossa Senhora.

Cabeça 100%

Roosevelt Cássio/UOL
Carta de agradecimento e cabeça de certa do cantor Pedro Leonardo no Santuário de Aparecida Imagem: Roosevelt Cássio/UOL
 "Venho hoje aqui na sua casa, ó mãezinha de Aparecida, agradecer todos os milagres recebidos, principalmente o da minha vida, depois do acidente". Em carta escrita à mão, a mãe de Pedro Leonardo expressou seu agradecimento pela recuperação do cantor após o acidente de carro que o deixou em coma em 2012.

Além do texto, os fiéis que visitam o local também podem ver uma cabeça de cera do filho do sertanejo Leonardo que representa a promessa atendida por Aparecida. “A minha mãe e uma tia minha de coração levaram a cabeça e escreveram a carta para contar um pouco do porquê da promessa e da força que elas queriam passar para mim. Foi um agradecimento a Deus pela cabeça ter ficado cem por cento”, conta ele.

Pedro se lembra da alegria que sentiu por estar diante da santa de manto azul e coroa dourada depois do grave acidente. “Foi muito bom poder ir a Aparecida e a todas as outras igrejas que eu fui depois do acidente. É uma sensação maravilhosa, além de uma gratidão imensa e eterna."

Destino de milhares de brasileiros todos os anos, o santuário na cidade de Aparecida, a 173 quilômetros de São Paulo, também concentra ex-votos das mais diversas promessas dos fieis, que vão de troféus por metas alcançadas no trabalho a camisas de times que remetem a conquistas de títulos. Por mês, são cerca de 19 mil itens entregues em retribuição à santa. O templo, que só perde em tamanho para a Basílica de São Pedro, no Vaticano, espera receber somente nesta quarta cerca de 167 mil devotos. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo