TV e Famosos

Por sonho, Celso Portiolli aceitou trabalhar no SBT pelo salário de R$ 500

Reprodução/SBT.com.br
Celso Portiolli aceitou trabalhar no SBT por salário de R$ 500 para realizar sonho antigo Imagem: Reprodução/SBT.com.br

Do UOL, em São Paulo

15/10/2016 19h33

Celso Portiolli contou na tarde deste sábado (15) que, para realizar um sonho antigo, aceitou trabalhar como produtor no SBT pelo salário de R$ 500 --ou cinco vezes menos ao que ele ganhava anteriormente. O acordo foi fechado pessoalmente com o dono da emissora, Silvio Santos, nos anos 90.

De acordo com relato do apresentador, na época, ele renunciou ao mandato de vereador numa cidade do Mato Grosso do Sul e decidiu se mudar para São Paulo com o objetivo de trabalhar no rádio ou na televisão. Ao chegar na capital paulista, Portiolli se encontrou com Silvio e se ofereceu para trabalhar no SBT.

"Eu tinha uma loja de CD, eu trabalhava em duas emissoras de rádio, promovia shows, ganhava uns R$ 2,5 mil. Quando o Silvio Santos me contratou, ele me falou que a televisão não pagava muito bem e me daria R$ 500. Ele me perguntou porque eu trocaria o salário de R$ 2,5 mil por R$ 500 e eu respondi 'Silvio, o meu grande sonho é trabalhar aqui no SBT'. Ele esticou a mão e vim trabalhar aqui", relatou Portiolli durante o "Programa Raul Gil". "Hoje ele ganha R$ 500 por hora", brincou Raul Gil.

Atualmente, Portiolli é responsável pela apresentação, direção e pelo comercial de duas atrações, o "Domingo Legal" e o "Sabadão", mas não revela o valor do seu salário.

Ainda durante o programa, o apresentador disse que o seu "maior desafio hoje não é nem apresentar, e sim dirigir: eu dirijo dois programas."

Pupilo de Silvio Santos, Celso Portiolli começou a carreira de apresentador no SBT há 20 anos. Na época ele chegou a enviar uma fita com sugestões para o programa "Topa Tudo por Dinheiro".

Após ganhar uma chance do dono da emissora, quando começou a trabalhar como redator do "Topa Tudo", Portiolli estreou à frente do vídeo, em 1996, no "Passa ou Repassa". Depois, comandou programas como "Xaveco" (1998-2001), "Fantasia" (2000) e "Curtindo uma Viagem" (2001-2002).

Com a saída de Gugu Liberato para a Record, em 2009, ele assumiu o "Domingo Legal", programa que apresenta até hoje. No ano passado, ele ganhou o programa musical "Sabadão".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo