Topo

TV e Famosos

Pedro é preso acusado pelo atentado contra o próprio pai em "A Lei do Amor"

TV Globo/Divulgação/	Caiua Franco
Pedro (Reynaldo Gianecchini) acaba atrás das grades depois da armação de Ciro (Thiago Lacerda) para incriminá-lo do atentado contra Fausto (Tarcísio Meira) Imagem: TV Globo/Divulgação/ Caiua Franco

Do UOL, no Rio

25/10/2016 17h20

Se Pedro (Reynaldo Gianecchini) achava Tião Bezerra (José Mayer) era seu único inimigo em São Dimas, ele estava muito enganado. O velejador vai ser vítima de uma armação e termina preso, acusado pelo atentado contra o próprio pai, Fausto (Tarcísio Meira). E como Pedro já imaginava, a traição veio dentro de casa: seu cunhado Ciro (Thiago Lacerda).

Segundo informações da Rede Globo, na sequência de cenas prevista para ir ao ar na sexta-feira (28) em "A Lei do Amor", Ciro faz uma ligação para um dos motoqueiros envolvidos no atentado de Fausto, o Fininho (Hugo Resende), e explica o plano para plantar a suposta arma do crime no barco de Pedro. “Entendeu o que tem que fazer? Você vai deixar a arma do crime no tal veleiro”.

Não satisfeito, após a ligação, Ciro pressiona Vitória (Camila Morgado) a ir até a polícia depor contra o irmão. Ela obedece o marido e conta ao delegado que, no dia da festa de Fausto, viu Pedro tendo uma conversa tensa com o pai. “Já no dia que chegou, ele colocou meu pai contra a parede! E ficou cercando de um jeito que, pouco antes da festa, papai lhe disse que não podia tirar o que era nosso para dar pra ele!”. A situação complicou para Pedro. 

Com a arma no veleiro e o depoimento da irmã, ele fica em uma situação delicada. “Desde ontem, surgiram novas provas e seu caso se agravou tanto que fui obrigado a representar ao juiz e a pedir a sua prisão!”, avisa o delegado. Pedro não demora para ligar os fatos e vai direito para a cela.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais TV e Famosos