TV e Famosos

Frentista descamisado de "A Lei do Amor" leva cantadas de homens e mulheres

Reprodução/TV Globo
Robinson (Gabriel Chadan) dança com Salete (Claudia Raia) para ganhar um emprego em "A Lei do Amor" Imagem: Reprodução/TV Globo

Giselle de Almeida

Do UOL, no Rio

01/11/2016 07h00

"Nossa, que lindo!", "Ô, lá em casa!". Assim que entra nas redes sociais, Gabriel Chadan dá de cara com elogios e cantadas graças às desinibidas performances como o frentista Robinson em "A Lei do Amor", muitas delas sem camisa ou envolvendo um sensual banho de mangueira para atrair fregueses para o posto de Salete (Claudia Raia). Para gravar as sequências, o ator garante que a vergonha passa longe, mas na hora de comentar a repercussão do personagem, ele fica meio acanhado.

"Tem umas brincadeirinhas, Robinson está mexendo com o imaginário das pessoas. Quando você faz um vilão, recebe comentários um pouco mais ácidos. Como ele tem essa brincadeira da dança e do corpo, rapazes e meninas fazem comentários. Levo numa boa. Um bofão três vezes maior que eu uma vez disse: 'Me interesso'. Essa movimentação mostra que o Robinson, em pouco tempo, já está se comunicando com as pessoas", analisa o intérprete de 29 anos.

Reprodução/TV Globo
O frentista toma banho de mangueira Imagem: Reprodução/TV Globo

Em cena, Chadan garante que consegue relaxar e se divertir, mesmo quando o roteiro envolve cenas quentes com Claudia Raia. 

"Fico tranquilo, porque existe muito cuidado. Quando alguém vê, parece que é de bate pronto, mas já estou com essas cenas há pelo menos cinco meses. A gente faz uma preparação psicológica, de desprendimento. Sou fã da Claudia, mas na hora a gente se conecta com o estudo, não existe hierarquia. Nas cenas com a Bruna Hamú [que interpreta Camila] também tem muito respeito e divertimento", afirma ele, visto recentemente em "Liberdade, Liberdade" como o rebelde Maia.

Apesar do assédio bem-humorado, o ator não leva muito a sério a possibilidade de vir a ser considerado galã graças ao papel. "Não acredito nisso. Robinson é desejado pelas mulheres, mas há sete meses eu vivia um viciado suicida no teatro [no espetáculo 'Roleta Russa']. Dificilmente alguém falaria que eu seria galã. Quem é galã? O Fábio Assunção, o Gianecchini... Os caras parecem deuses!", brinca.

Reprodução/Instagram/anaterrablanco23
O casal Gabriel Chadan e Ana Terra Blanco Imagem: Reprodução/Instagram/anaterrablanco23
 
Para convencer como o frentista sarado, aliás, Chadan precisou intensificar a rotina de atividades físicas. Adepto do surfe e do futebol, matriculou-se numa academia para ganhar massa muscular.
 
"Realmente, sem dor, sem ganho. Sempre fui magrinho, mas Robinson é mais xucrão, me pediram para ganhar uns quilos. Eu e o Gustavo Merighi [que vive Rodney] malhamos juntos, para um incentivar o outro, todos os dias. É para que esses personagens tenham o figurino que merecem", afirma.
 
O ator é casado há seis anos com a atriz e cantora Ana Terra Blanco, que conheceu em "Malhação" e com quem trabalha na banda Fulanos e Ciclanos. Antes disso, teve outro relacionamento longo, e foram poucas as vezes em que ficou com mulheres mais velhas, como Salete. "Mas sou pouco careta em relação a isso. Acho que o que importa é a pessoa ser feliz", conclui.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo