TV e Famosos

"Bonita é o de menos", diz João Vicente de Castro sobre ex-namoradas

Divulgação
João Vicente namorou Daniella Cicarelli, Cleo Pires e Sabrina Sato: "Elas são incríveis" Imagem: Divulgação

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

08/11/2016 08h00

Conhecido por ser ator e sócio do "Porta dos Fundos", João Vicente de Castro já chamou a atenção e causou inveja em muitos homens ao desfilar por aí com belas namoradas famosas. Entre elas, Daniella Cicarelli, Cleo Pires, com quem teve um relacionamento de quatro anos e Sabrina Sato, com quem namorou por dois anos. Apesar do término, ele diz que continua amigo delas e é só elogios.   

"Me dou bem com ex-namoradas. Bonita é o de menos, elas são foda. As pessoas não me invejam nem a metade do que eu merecia, porque quando elas soubessem quem são essas mulheres, além da beleza, aí que elas ficariam loucas. Não que eu não me importe com a beleza. Minhas ex-namoradas realmente são incríveis", disse ao UOL durante a festa de lançamento de "Rock Story".
 
João Cotta/Globo/Divulgação
João Vicente estreia em novelas como vilão Imagem: João Cotta/Globo/Divulgação
João estreia nesta quarta-feira (9) em sua primeira novela. Ele será o vilão Lázaro, o ambicioso empresário dos artistas Gui Santiago (Vladimir Britcha) e Léo Regis (Rafal Vitti). O personagem se faz de melhor amigo deles, mas não verdade, morre de inveja por não ter conseguido fazer sucesso com a música e por ter perdido o amor de Diana (Alinne Moraes) para Gui no passado.
 
"Nunca aconteceu de eu me apaixonar pela mulher de algum amigo. Eu sou bem sério neste aspecto, não por moralismo, mas eu amo tanto meus amigos, que jamais faria isso com eles", comenta João, que também nunca perdeu a amada para nenhum amigo. "Ninguém roubou minha namorada porque ninguém tem competência para isso (risos)", brinca.
 
Ele pode até não ter perdido a namorada para ninguém próximo, mas, assim como Lázaro, confessa que tem amigo invejoso, o que lhe causa um certo incômodo, mas, nem por isso, lhe dá vontade de desfazer a amizade.
 
"Tenho um amigão de muitos anos, que eu sei que ele é invejoso, é competitivo. Eu amo ele. Ele não é mau caráter, mas eu vejo que ele compete e falo para ele que cada um tem sua vida. Ele é super bem-sucedido. Não gosto da competitividade também não, mas é bem menos pior que o mau caratismo", opina.
 
Aos 33 anos, bem-sucedido e com fama de conquistador, João rejeita o rótulo de galã. "O [Reynaldo] Gianechinni é um galã, é um cara que está de sunga branca e meia e continua bonito. Eu não, tenho que me arrumar. Acho que sou simpático", conta ele, que diz que amadureceu e está preparado para o aumento do assédio por estar em uma novela.
 
"Agora f*. Acho que sou tranquilo, já fui mais problemático. Acho que a imprensa as vezes passa um pouco dos limites, mas em geral isso está mudando muito no Brasil. A gente está começando a descobrir que todo mundo está trabalhando. Hoje em dia não tenho questões em relação a isso".
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo