TV e Famosos

Baby do Brasil defende a filha Sarah Sheeva após "aquilo maravilhoso"

Manurela Scarpa/Photo Rio News
Baby do Brasil falou sobre a polêmica do "aquilo maravilhoso", iniciada pela filha Sarah Sheeva Imagem: Manurela Scarpa/Photo Rio News

Do UOL, em São Paulo

29/11/2016 14h40

Baby do Brasil saiu em defesa da filha, Sarah Sheeva, dias após ela falar que está “sem ver aquilo maravilhoso na frente há mais de dez anos” e se tornar alvo de piadas nas redes sociais.

Em seu Instagram, Baby afirmou que não transar antes do casamento não significa que a pessoa não se envolverá com mais ninguém: “Posso dizer, por experiência própria, que estar sem transar por muito tempo não quer dizer que abdicamos de um novo amor, de um relacionamento ou de um casamento, mas que decidimos esperar para amar muito”.

“Esperar pelo homem que será honrado, amado e respeitado por nós, e não se envolver toda hora, de corpo e alma, com quem nos atrair, é ter a coragem de dizer não e se guardar, sem entrar na obrigação de ter que transar para ter o cara desejado”, acrescentou.

Ao finalizar o texto, a cantora fez menção ao “aquilo maravilhoso” citado pela filha: “E, entre os muitos presentes naturais que vamos dar e receber [em um relacionamento], estão os divinos e sobrenaturais como o imprescindível amor, o carinho, o tesão e a preciosa fidelidade, e tudo isso, é claro, com a certeza de que vamos nos ofertar com muito prazer, "aquilo maravilhoso" de cada um dos dois”.

Leia abaixo a declaração completa de Baby do Brasil: 

 

Oi galera geral! A pedidos de muitos coloco aqui a minha opinião sobre "Aquilo Maravilhoso " que minha amadíssima filha  @SarahSheeva, postou e que bombou nas redes!!! Posso dizer, por experiência própria, que estar sem transar por muito tempo não quer dizer que abdicamos de um novo amor, de um relacionamento ou de um casamento, mas que decidimos esperar para amar muito! Esperar pelo homem que será honrado, amado e respeitado por nós, e não se envolver toda hora, de corpo e alma, com quem nos atrair, é ter a coragem de dizer não e se guardar, sem entrar na obrigação de ter que transar para ter o cara desejado. Essa decisão envolve muito controle, pois o jogo da sedução fica quase anulado, mas promove uma grande possibilidade de acertarmos no parceiro para seguir conosco nessa estrada da vida. É uma escolha que não envolve caretice, mas sim um entendimento de se guardar das "energias" e esse é um assunto profundo. Voltamos a ser como criança. Como disse Shakespeare, "Existe mais entre o céu e a terra do que a nossa vã filosofia", é Matrix! Transar, na verdade, é a cereja do bolo... A delicia do Jardim! Mas fomos moldados a ser competidores e atacamos o tempo todo com medo de perder. A nossa virilidade se tornou o principal da nossa marca e meta. Quando decidimos esperar, abaixamos as armas e levantamos a guarda. Deixamos Deus falar, mesmo que demore ou mesmo que você esteja subindo pelas paredes pela pessoa desejada... É uma vontade de acertar, de conhecer a pessoa antes, sem que a paixão nos cegue. E, entre os muitos presentes naturais que vamos dar e receber, estão os divinos e sobrenaturais como o imprescindível amor, o carinho, o tesão e a preciosa fidelidade, e tudo isso, é claro, com a certeza de que vamos nos ofertar com muito prazer, "aquilo maravilhoso" de cada um dos dois. E isso é de Deus! Ele é lindo e muito romântico! #BabyDoBrasil

Uma foto publicada por Baby do Brasil (@babydobrasiloficial)

 

 

 

 

 

em

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo